Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Conhecemos a linda garota Bibi, que estava acompanhada de seu pai. Bibi é um pouco tímida e toda vez que a encontrávamos ela estava numa cama diferente. E isso já era motivo para especularmos se ela tinha pago as contas ou foi caso de despejo mesmo.

De repente, coisas estranhas aconteceram quando estávamos perto da Bibi e seu pai. Estávamos nós três, a Dra.Tan Tan, o Dr.Ado e eu, Dr. Marciano, atendendo a Bibi quando subitamente aparece um fantasma neste quarto. Claro que nós três, todos frouxos, morremos de medo. Fomos nos esconder no banheiro, mas não adiantou, o Gasparzinho atravessa as paredes e cá estava no banheiro nos assustando novamente e corremos feito três mulas desgovernadas sem rumo.

Outro dia, outro encontro e de novo o fantasma, eu até tentei me disfarçar de fantasma, já que eu tenho um bronze de tapioca, mas que nada, ele botou a gente pra correr!

Outro encontro, mais peripécias com o fantasma e era falar no dito cujo, que a alma aparecia. Já sabíamos que era o pai da Bibi desde o início, pois era fascinante a alegria dele quando se transformava em fantasma com um lençol cobrindo a cabeça e o corpo. Se brincar, ele era mais criança que a Bibi e todos nós! Quando chegávamos ao quarto ele já botava o lençol no colo se preparando e na primeira oportunidade ele se transformava para entrar em ação. Ele se divertia muito junto com todos da enfermaria e nós.

E foi assim por vários encontros. Ele, um grande parceiro em nosso ofício. Uma ponte forte e segura entre nós (besteirologistas) e a tímida Bibi. Viva os pais, mães, enfermeiras, médicos e funcionários que são tão bobos quanto nós!

Dr. Ado (Arilson Lopes)

Dr. Marciano (Márcio Carneiro)

Dra. Tan Tan (Tâmara Lima)