Tempo de leitura: 2 minuto(s)

É com muito orgulho que retorno a estas mal traçadas linhas no meu querido Hospital Universitário!

Dr. Mané e Dr. Sandoval gentilmente abriram seus corações para me receber e formarmos um trio de besteirologistas. Espero que as estruturas do HU sejam bem fortes por dois besteirologistas é bom e três é demais! E está demais mesmo! Demais na diversão, nas trapalhadas, na bagunça, na alegria e no carinho que estamos espalhando pelos corredores. Carinho que também recebo de todas as pessoas queridas que acompanharam a minha gestação, o parto e agora o retorno de Canaleta.

O primeiro dia que voltei foi quase impossível trabalhar! Eram tantos abraços, tanta gente querendo saber das novidades… Ainda bem que levei uma foto da Violeta porque senão seria escorraçada de lá. Levei duas: uma de quando ela era recém-nascida, cheia de pelos e a cara do pai…

Essa folia de ficar mostrando as fotos da Violeta levaram Dr. Sandoval a querer mostrar a foto dos seus cinco filhos também. Todos são a cara dele!

Veja:

Só o afiliado do Dr. Mané é que é a cara do padrinho… Dizem as más línguas que … Bom deixa pra lá…

Foto vai, foto vem e as crianças tentaram acompanhar aquele dia de reencontros. Mas Dra. Canaleta também reencontrou várias crianças que estão lá desde o ano passado. O Luis Felipe, por exemplo, que de tão grande e forte quase não foi reconhecido! Mas assim que ele lembrou de Canaleta e ela dele… Os sinos tocaram e eles bateram um longo papo de risinhos e olhares.

Tem a história de um menino que tinha muito medo dos palhaços. Antes da chegada da Canaleta, Dr. Mané e Dr. Sandoval tiveram um duro trabalho para tirar o medo dele. E medo cê sabe, tem que ter muito cuidado ao tirar porque senão virá pavor, aí encrava e não sai nunca mais! E eles fizeram direitinho! Devagar, deixavam mensagem por baixo da porta, tocavam música no vidro e aos poucos o menino começou a olhar para eles e viu que eles eram feios, é claro, mas que as crianças gostavam muito deles. Aí começou a ficar complicado porque ele estava em isolamento e aos dois anos é difícil fazê-los entender isso. Aí ele chorava porque queria sair para ver os palhaços… Mas um dia ele saiu e todas as vezes que estamos por lá, ele vem atrás de nós, quarto por quarto, acompanhando o trabalho quietinho…Um dia ele apareceu para gente todo vestido de Palhaço! Lindo e feliz! Com orgulho de estar com aquela roupa. Aí os besteirologistas se olharam e toda a história dele passou na cabeça como um filme, com final feliz!

Em outro dia, entramos na pediatria um pouco dispersos. Muitas solicitações individuais causam esse tipo de reação nos besteirologistas. Gostamos mesmo de trabalhar em trio mas tem dias que é mais difícil. Os corredores da pediatria estavam lotados de carros, automóveis, tratores e até motos!  E entre eles pais querendo tirar fotos e outras crianças pedestres, suas solicitações eram tantas que quase não demos conta! Sandoval até levou chute na bunda e quando descobriram que ele usava peruca ( upis, falei…) ficavam tentando tirá-la toda hora. Então Sandoval resolveu conter os invasores de quarto, treinando-os para serem nossos seguranças… E sabe que deu super certo!  Canaleta e Mané faziam os atendimentos leito a leito e Sandoval segurava a onda fora dos quartos. Quando acabaram as visitas, tínhamos um exército de seguranças treinados para não deixar as outras crianças entrarem no quarto dos bebês e esperarem a sua vez de serem atendidos. Enfim, foi um dia especial em que o trio se separou para juntos trabalhar.

Mas o trio segue. Ainda não sabemos qual é a hierarquia dentro dele, as vezes Canaleta toma o poder, mas a sabedoria onipotente de Dr. Mané nos mostra sempre que quem tem a razão é o Sandoval.

Fim.

Chirs Galva

(Dra Crica Canaleta)