“Não me canso de me surpreender e, mais do que isso, aprender com as crianças internadas no Hospital do Câncer.

Coloco-me no lugar delas e fico imaginando de onde vem tanta vontade e determinação!

Sei que como Doutor da Alegria talvez não tivesse que ter este tipo de questionamento, uma vez que nosso trabalho está diretamente ligado a ampliar e enaltecer o que há de mais alegre e brincalhão nessas crianças!

Acontece que muitas vezes me surpreendo conversando com alguns pacientes sobre esse negócio de ficar careca e voltar a ter cabelo, depois ficar careca novamente e comprar uma peruca, vesti-la e ver que ficou ridículo, jogá-la fora ou emprestá-la para uma festa à fantasia!

Certa vez, quando cheguei para o próximo plantão, à paisana, um paciente me alertou que talvez eu tenha sofrido algum tipo de radiação vinda da quimioterapia, pois meus fios de cabelo estão cada vez mais raros! Pode uma coisa dessas? Ah, ele ainda colocou à minha disposição sua coleção de perucas.”

Dr. Zorinho
(Ângelo Brandini)
Hospital do Câncer
março de 1999