Tempo de leitura: 1 minuto(s)

O mês das flores passou e com ele muitas boas histórias do Instituto da Criança, em São Paulo. Vamos recordar!

Controle remoto

Um menino bem espertinho do 4o. andar fez uma importante descoberta: o controle remoto para pessoas!

E um dia, ao entrar em seu quarto, a Dra. Pororoca foi surpreendida com o tal controle apontado para ela. O comando foi claro: o menino apertou o play, Dra. Pororoca deu meia volta e… Pow! – cara na porta.

O Dr. Valdisney adorou e quis testar.

Apertou o botão e fez a Dra. Pororoca dar meia volta e pow! na porta. E assim foi. O controle remoto passava de mão em mão, ora com o menino, ora com Dr. Valdisney e sempre acontecia o mesmo: a Dra. Pororoca dava meia volta e… pow!.

Ha ha ha pra cá

Ha ha ha pra lá

E pow!, cara na porta!

Até que em um momento o garoto apertou o controle também para o Dr. Valdisney. Sem ter como escapar ele foi direto com o “fucinho” na porta. E antes que a Dra. Pororoca pudesse soltar a primeira gargalhada, o garoto apontou o controle para ela e… Bom, vocês já devem imaginar o que aconteceu né? Cara na porta!

Ala nobre

Também no 4o. andar tivemos a nobre presença de uma linda princesa vinda do norte do país. Com seus cachinhos, voz doce e sotaque inconfundível, L. deixou todo mundo babando. Vestindo trajes típicos que incluíam coroa, pulseira, brincos, colar e bolsa de princesa, a menina caminhava pelo corredor com a elegância de uma lady. L. inspirou Dr. Valdisney no quesito “cachinhos” e Dra. Pororoca no quesito “elegância e classe ao caminhar”. Linda!
Dra. Pororoca (Layla Roiz)
Dr. Valdisney (Val Pires)
Instituto da Criança (SP) 
Setembro de 2012