Tempo de leitura: 3 minuto(s)

CHEGOOU ôôôôôôôôUU, MONALISA CHEGOU ôôôôôUUU…

Pra quem ainda não teve o prazer de conhecer, chegou recentemente ao HUOC uma nova Besteirologista, a Dra. Monalisa. E pra quem interessar possa, segue pequeno perfil médico:

Nome: Monalisa.
Perfil: de lado
Profissão: Besteirologista. Especializada em Catotologia que, além de ciência, é também modalidade olímpica: Arremesso de catota – nas categorias com bastão; em dupla; solo; com fungado e sem fungado.
Estado civil: Encalhada. Mas Dr. Eu_zébio, cartomantologista, leu nas cartas que havia um Oswaldo em meu caminho. Por isso vim parar aqui. Tenho esperanças de encontrar o Oswaldo e, finalmente, desencalhar.
Hobby: não tenho. É muito caro e eu sou lisa.
Sonho: ter um bigode. Sei lá, acho digno.
Prato: guardo na cozinha
Viagem: na maionese

O CLUBE DAS ENCALHADAS …. CADA VEZ AUMENTA MAIS!

Gente! Mal cheguei aqui e já encontrei muitas outras médicas iguais a mim. O número de encalhadas é tão grande, que fundamos um Clube. Aliás, o “Clube das Encalhadas” já é o maior sucesso. A Carteirinha de sócia nº 1 pertence à glamourosa Virgínia, do Procade. Esta é, sem dúvida, a sócia vitalícia mais animada do clube – sem contar comigo, claro, que sou a presidente. E a procura é tanta que já se formou um sub-grupo: o “Nutriencalhe”, formado pelas Nutricionistas que encalharam na sopa de letrinhas. Nosso lema: “Sou encalhada, mas sou feliz. Mais encalhada é quem me diz. Afinal, a gente tem que se conformar com o que não tem”.
Interessadas em entrar pro Clube, procurem a Besteirologia.

GAROTA, EU VOU PRA CALIFÓRNIA ….

… Porque médico que é chique tem férias. Por isso, saímos para uma ma-ra-vi-lho-sa semana de recesso, regada a muita água de côco, sombra e brisa fresca . Desculpai, amigos (as) plantonistas.
Após as férias todos notaram a ausência do Dr. Dud e a presença do Dr. Ado. Com a palavra, Dr. Dud:
“Pois é, gente, como tudo anda muito corrido nos corredores deste hospital, só agora vou revelar o verdadeiro motivo da minha ausência de 01 (uma) semana, ou melhor, 02 (dois) dias de trabalho. Falaram por aí que eu estava fazendo um extra em Boa Viagem! Êpa! Mas já existe um Extra por lá. Por sinal, grande e largo. Na verdade, fui inspecionar meus fã-clubes por aí afora . Por isso o Dr. Ado veio espalhar seu vasto conhecimento besteirológico em meu lugar. Moral da história: acredite se quiser…

OLHOS, NOS OLHOS, QUERO VER O QUE VOCÊ FAZ ….

Ao chegarmos no DIP, Duda estava dormindo. As luzes, apagadas e o quarto na penumbra. O Dr. Dud abriu a porta para falar com a sua mãe. A Dra. Monalisa observava do lado de fora, pelo vidro, quando de repente… A Duda levanta, toma um susto, abre o maior “alarme de incêndio” (chorando) e se atira da cobertura da cama, em direção ao chão. Se não fossem os reflexos em dia do Dr. Dud, teria acontecido uma colisão de alto impacto! Ele se jogou e virou um colchão fofinho, com o precioso auxílio da mãe da Duda, é claro. Passou o grande susto, mas ainda havia o potente alarme da Duda ligado. Contudo, no meio daquela situação, estabeleceu-se um olhar entre a Duda e o Dr.Dud, que não perdeu tempo e lhe entregou um miolo mole, para Fisioterapia aliviante de susto. Dra. Monalisa aproveitou para dizer que só passou pra deixar uma flor, que foi logo colocada em cima da cama. Claro, flor tem que ser regada com muita água. Então, enquanto a Dra. Monalisa regava a flor, a Duda começou a tentar pegar as bolhas e até esqueceu do alarme, que acabou sendo desligado. Finalmente, o Dr. Dud pegou uma bolha de fato e entregou pra Duda. Só que ela não segurava, e a bolha fugia… Depois de muitas tentativas da Duda, e de muitas fugidas, o Dr. Dud conseguir transformar uma única bolha em um lindo par de bolhas vermelhas e fofinhas. Fizemos um par de brincos, Duda não gostou. Fizemos dois microfones, ela adorou ! Aí, nos candidatamos a cantar A Música da Flor. Ficamos na primeira frase, porque a Duda desligou os microfones. Tentamos uma dez vezes e em todas elas, Duda desligava o microfone e nos deixava sem som. E se divertia com isso. Saímos cantando sem som e a Duda feliz da vida, pedindo para voltarmos.

NAS TRINCHEIRAS DA ALEGRIA

A segunda vez que encontramos a Duda foi bem diferente. Ela estava sentanda na cadeira, colorindo seu livro. Imediatamente, para chamar nossa atenção, começou a lançar todos os pedaços de giz coloridos que encontrou pela frente. E fazia sons de “Buuum” e “Cabrum”. Nos enchia de bombas coloridas, que voavam pelos ares. Na verdade, todos aqueles “projéteis” iam, um após o outro, fazendo uma ponte entre a Duda e nós dois. Nós corríamos, recuávamos na trincheira, avançávamos. Contra-atacávamos com as mesmas bombas que nos eram lançadas. E Duda ria de nosso medo de seus “Cabrum”. Aquela foi a melhor guerra do mundo… As bombas não tinham qualquer efeito, já aquelas gargalhadas da Duda, derrubavam qualquer besteirologista…!

Dr. Dud Grud (Eduardo Filho) e Dra. MonaLisa (Greyce Braga)