Já ouviu falar em job rotation? Ou rotação de emprego?

Essas duas palavras estranhas querem dizer que, durante um determinado período, você testa uma nova função dentro da empresa que trabalha. É um “rodízio” que permite ao funcionário conhecer outras atividades.

Tanto blá-blá-blá pra dizer que nós também fazemos o job rotation dentro dos hospitais. Mas como?, você nos pergunta. Trocando de lugar com os médicos? Ora, ora, isso a gente já faz, afinal somos besteirologistas! Seria então trocando de lugar com as enfermeiras? Os seguranças? As crianças?

Não, nada disso! Cada um no seu quadrado!

O job rotation é o que acontece todo início de ano entre os próprios palhaços. Durante o mês de fevereiro as duplas paulistanas se revezam nos hospitais atendidos pela ONG. No final do mês acontece um baile na sede e cada palhaço tira outro pra dançar. Pronto, estão formadas as duplas que vão atuar juntas durante todo o ano em um único hospital!

Só que, ao invés de chamar de job rotation, a gente chama de cachorro louco. E vai dizer que o nome não é muito mais legal?

Pra tentar organizar toda essa confusão, os artistas se reuniram semana passada na sede para acertar a rotação das duplas. Veja algumas fotos abaixo:

Lu Viacava (Dra. Lola Brígida) ajudando na organização

Duico (Dr. Pistolinha), Márcio Douglas (Dr. Mané Pereira) e Lu Viacava (Dra. Lola Brígida)

Os artistas depois da definição do "cachorro louco" nos hospitais