Notícias
 

Doutores da Alegria inicia parceria com Hospital M’boi Mirim (SP) em novo modelo de atuação

1611_DOUTORES_153O Hospital Municipal Dr. Moisés Deutsch – M’boi Mirim, em São Paulo, é o mais novo palco de atuação da associação Doutores da Alegria.

Além das intervenções dos palhaços com as crianças, o modelo de trabalho traz uma proposta mais abrangente. A ideia é repensar a instituição hospitalar como espaço possível de arte e cultura, inspirando as relações humanas nesse ambiente por meio de uma série de ações: curadoria de programação cultural, formação e aperfeiçoamento de alunos dos cursos da Escola dos Doutores da Alegria e um incremento no foco da humanização nas equipes de Saúde e de Administração.

Todas as ações são fundamentadas na experiência do Doutores da Alegria com a atuação do palhaço nos hospitais.

Esse caminho só foi possível graças ao conhecimento e às parcerias realizadas com Doutores da Alegria nos últimos 25 anos, e também aos hospitais, que, dentro da perspectiva de humanização, abriram espaço para a arte entrar nesses ambientes. A estreita participação da gestão do hospital é essencial para que as atividades sejam bem-sucedidas”, conta Luis Vieira da Rocha, diretor-presidente do Doutores da Alegria.

1611_DOUTORES_012A parceria foi consolidada após uma rodada de avaliações junto ao comitê de trabalho do hospital. “O Hospital M’Boi Mirim possuía todas as características que precisávamos para implementar esse novo escopo: é um hospital público, de referência junto à comunidade, tem uma gestão presente e nunca havia recebido ação do Doutores. Colocou-se de forma muito aberta e transparente e, com isso, pudemos criar indicadores específicos para  medir o impacto das ações artísticas e institucionais “antes” e “depois” e estruturar a atuação mais abrangente das nossas atividades no hospital”, comenta Daiane Carina, diretora de Relações Institucionais da associação. 

A forma lúdica, divertida e afetuosa com que Doutores da Alegria atua tem ‘aquecido’ o ambiente hospitalar, permitindo que o processo de recuperação da saúde dos pacientes seja menos traumático e que as famílias estejam mais leves e seguras diante de momentos críticos de suas vidas”, afirma Antonio da Silva Bastos Neto, diretor geral do hospital.

<Voltar