Notícias
 

Doutores da Alegria no encontro Mapas da Diversidade, em SP

O Itaú Cultural promove nos dias 13 e 14 de abril o IV Encontro Rumos Educação Cultura e Arte – Mapas da Diversidade. O evento marca o lançamento do livro Não-Fronteiras: Universos da Educação Não-Formal. Segundo volume da série de publicações do programa Rumos Educação Cultura e Arte, que conta ainda com Educação de Saberes, Poderes e Quereres, lançado em 2006, o livro tem como base a análise qualitativa dos projetos inscritos no programa, feita pela especialista em educação não-formal Maria da Glória Gohn.

O resultado do mapeamento realizado pelo programa, em sua primeira edição, se configura como uma referência sobre o perfil do arte-educador que atua em organizações não-governamentais (ONGs), organizações da sociedade civil de interesse público (Oscips) e outras instituições do terceiro setor e sobre seu contexto de trabalho.

Voltado para educadores, coordenadores e dirigentes dessas organizações, o encontro é composto de palestra, debate, bate-papo e espetáculo musical.

Programação MAPAS DA DIVERSIDADE

Sala Itaú Cultural – 255 lugares
[ingresso distribuído com meia hora de antecedência]

Sexta – dia 13, a partir das 19h

Palestra cultura e terceiro setor, uma relação possível e desejada
com Renato Janine Ribeiro
Reflexões filosófico-políticas sobre os encontros e os cruzamentos de iniciativas culturais e educativas promovidas pelo terceiro setor.

Renato Janine Ribeiro é mestre em filosofia pela Universidade de Sorbonne, na França. Livre-docente pela Universidade de São Paulo, na qual é professor titular da disciplina Ética e Filosofia Política, atua na linha de pesquisa A Cultura pela Cultura. É diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Espetáculo na rua…
com Som do Meio Fio
Informalidade e humor são os ingredientes usados pelo grupo Som do Meio Fio ao apresentar os diferentes ritmos que compõem um mosaico da vida musical nas ruas das cidades.

O grupo Som do Meio Fio, dirigido pelo músico Livio Tragtenberg, é formado por Jorge do Cavaco (cavaquinho e voz), Peneira & Sonhador (emboladores), Emerson Boy (saxofone e percussão), Verinho (sanfona) e Walter Castillo (voz e violão), todos integrantes da Orquestra de Músicos das Ruas de São Paulo.

Sábado – dia 14 [programação contínua, sem intervalo]

14h30 – Bate-papo a alegria é a prova dos nove: profissão, palhaço
com Wellington Nogueira
Proporcionar alegria aos outros é arte e também trabalho? Esse e outros temas farão parte de uma conversa descontraída entre um palhaço profissional e o público.

Wellington Nogueira é ator formado pela Academia Americana de Teatro Dramático e Musical de Nova York, fundou e coordena a organização Doutores da Alegria – Arte, Formação e Desenvolvimento. É líder na Fundação Avina e fellow da Fundação Ashoka.

16h – Debate o educador não-formal no panorama brasileiro
com Maria da Glória Gohn e Soninha Francine
Descobrir quem são os educadores não-formais, suas motivações e contextos de trabalho são os objetivos do debate, fundamentado na experiência do mapeamento realizado pela primeira edição do programa Rumos Educação Cultura e Arte.

Maria da Glória Gohn é doutora em ciência política pela Universidade da São Paulo e pós-doutora em sociologia pela News School for Social Research. É professora do programa de pós-graduação da Uninove e da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, na qual coordena o Gemdec – Núcleo de Estudos sobre Movimentos Sociais, Educação e Cidadania.

Soninha Francine é jornalista e vereadora paulistana, responsável pelo projeto de lei Educação Comunitária e presidente da Comissão Extraordinária Permanente da Juventude.

17h30 – Lançamento do livro Não-fronteiras: Universos da Educação Não-formal
A dupla Raul Figueiredo e Val de Carvalho, dos Doutores da Alegria, convida o público para uma divertida performance.

Doutores da Alegria é uma organização dedicada a levar alegria, por meio da arte do palhaço, a crianças hospitalizadas, seus pais e profissionais da saúde. Foi contemplada com o Prêmio Criança, concedido pela Fundação Abrinq, e reconhecida pela Organização das Nações Unidas como uma das 40 Melhores Práticas Globais.

<Voltar