Notícias
 

Doutores indicam

Orestéia – O canto do Bode”, encenada pelo grupo Folias D’Arte, com Dagoberto Feliz, dos Doutores da Alegria de São Paulo, no elenco.

A peça narra a trajetória dos últimos atridas, apropriando-se da trilogia de Ésquilo: “Argamêmnon”,”Coéforas” e “Eumênides”. A encenação, porém, não consiste em uma reconstrução da grécia antiga, nem de uma releitura de um texto clássico, mas de uma reflexão sobre a formação do sujeito trágico relacionada com a evolução política brasileira do populismo dos anos 50 e 60 aos dias atuais, e todas as inadequações subjacentes.

<Voltar