Depois de experimentar a troca de duplas nos hospitais paulistanos atendidos pelos Doutores da Alegria, os artistas finalmente escolheram as suas duplas e definiram os hospitais em que querem trabalhar neste ano.

Cada dupla passa o ano inteirinho no mesmo hospital, cuidando para que a cultura da alegria esteja sempre com uma chama acesa. Essa estratégia anual funciona muito bem, porque os artistas se aproximam dos profissionais de saúde e podem perceber as sutilezas de cada ambiente. Além, é claro, de poder aperfeiçoar o seu percurso e o tempo em cada leito.

E a troca das duplas também é muito benéfica para a formação do artista, que precisa estar sempre experimentando, se reinventando, aprendendo com o outro. Veja abaixo a disposição das duplas e seus respectivos hospitais:

 

Instituto de Tratamento do Câncer Infantil
Dra. Manela, Dra. Guadalupe  e Dr. D. Pendy

Instituto da Criança (percurso I)
Dra. Pororoca e Dr. Valdisney

Instituto da Criança (percurso II)
Dr. Sandoval Soluço e Dr. Charlito

Hospital do Campo Limpo
Dra. Crica Canaleta e Dr. Pinheiro

Hospital do Grajaú
Dra. Dona Juca Pinduca e Dra. Greta Garboreta

Hospital Universitário
Dra. Lola Brígida e Dr. De Derson

Hospital do Mandaqui
Dr. Zequim Bonito e Dra. Emily

Hospital Santa Marcelina
Dr. Mané Pereira e Dra. Xaveco Fritza

E lá no Recife os palhaços também se escolheram. Veja a lista:

Hospital da Restauração
Dr. Marmelo e Dr. Lui

Hospital Barão de Lucena
Dra. Tan Tan e Dr. Cavaco

Hospital Prof. Fernando Figueira (Imip)
Dr. Dud Grud e Dra. Monalisa

Hospital Oswaldo Cruz
Dra. Baju e Dr. Eu Zébio