[img:urna_1.jpg,thumb,centralizado]

No voto e na raça

O mês de setembro foi bem movimentado no HR. Os dois besteirologistas mais famosos e os únicos do pedaço resolveram se candidatar a prefeito. Fundaram o Partido do Pum Çolto (PpÇ) e o Partido Inteiro (PI) e foram à luta. Entre um atendimento e outro, não perdiam a chance de convocar os possíveis leitores, a prestarem atenção às suas propostas.A disputa foi acirrada e cheia de trapalhadas e de trapaças, bem ao estilo dos dois paspalhos.

Na hora do voto

Dizem que político é tudo igual, que promete e não cumpre, mas Eu sou diferente ( eu mesmo o Dr. Eu). Não prometi nada, e assim ninguém vai poder me cobrar depois. Mas de tanto insistirem pra saber qual era minha plataforma, caí em campo. Fui às ruas ver o que queriam minhas eleitoras, e elas preferiam usar uma plataforma mais pra alta que pra baixa e que não apertasse no pé. O conforto acima de tudo . E por falar em conforto bem fez a Line que por estar com as mão imobilizadas, na hora de votar usou o pé. E nem precisou marcar um X, pois pensando no eleitor, já trouxemos a cédula eleitoral marcada, afinal ninguém anda com caneta todo o tempo. Foi uma campanha agitada, mas limpa. Por isso, não saímos distribuindo muitos panfletos por aí, para não sujar o hospital. O eleitor via o “santinho” (pra quem não sabe, santinho não é um santo anão e sim esses pequenos panfletos que vocês podem conferir no alto desta página), decoravam os números e os narizes, depois devolviam-no ao seu candidato. Foram 157 votos divididos entre os dois candidatos. Uma disputa incrível, voto a voto, cara a cara.

Músicas dos candidatos

[img:Dr._Ado.jpg,thumb,alinhar_esq]

Dr. Ado: “Ado, aaado
Vote um X
No meu quadrado”

[img:Dr._Eu.jpg,thumb,alinhar_esq]

Dr. Eu : “Eu e você
Você e eu
Você e eu
Eu e vc
Juntinhos”

O blá blá blá dos políticos

Como toda boa campanha política, aqui no HR, também não podia faltar o Programa Eleitoral Gratuito, que no nosso caso era completamente grátis, de acordo com a lei nº 0800 66 Sem Sapato. Contamos com o apoio, um tanto tendencioso da Gertrudes, aquela boneca que servia de apresentadora do guia dos besteirologistas, que parecia estar nas mãos do Dr. Eu e até falar por ele. O Dr. Ado desconfia que ela era mesmo manipulada pelo candidato da oposição, que antes de se tornar médico besteirologista brincava com bonecos de mamulengo. Os programas aconteceram sem maiores incidentes, ou melhor, quase, pois o Damião (vice do Dr. Eu) quase engoliu o Tico (vice do Dr. Ado), o passarinho de estimação do paspalho do PpÇ. Devido ao sucesso do guia eleitoral no HR o pessoal da AAP (Associação dos Amigos da Pediatria do HR) está com as mãos na cabeça. Não é que a TV Globo quer levar a Adeilda pra trabalhar na emissora? Pois é. Ela, que trabalha como secretária na associação, também foi responsável pelas maravilhosas imagens do guia. Mas a Globo pode ir tirando o cavalinho da chuva, porque isso não vai acontecer! Afinal de contas, cansados de esperar pelo convite para serem galâs de novela global, os ex-candidatos agora querem investir em sua própria novela, inteiramente gravada nos estúdios do PROJAAP. Em depoimento à imprensa o Dr. Eu disse o seguinte: “ Mas claro que não vamos perder a nossa câmara-girl de plantão. Ela fica conosco. Resta-nos escolher a história e definir os papéis”. Aguardem!

Apuração dos votos

Depois de passar o fim de semana na praia com o Dr. Ado, finalmente a urna com os votos foi aberta no HR e já sabemos do resultado desta eleição. Com 85 votos contra apenas 71 do candidato do PI, o novo prefeito daqui é o Dr. Ado, que já comemorou em carreata triunfal.

[img:vencedor_cadeira_de_rodas.jpg,thumb,centralizado]