Notícias
 

Programação do Plateias Hospitalares no Rio (janeiro e fevereiro)

Plateias Hospitalares é o mais novo projeto dos Doutores da Alegria. Foi realizado no ano passado como piloto em oito hospitais públicos cariocas, numa parceria com a Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro (Sesdec).

Os Doutores trabalham na elaboração de uma programação cultural especial para os hospitais, com atividades voltadas a pacientes adultos e idosos, além das crianças, e comunidades do entorno do hospital. Além de fazer a curadoria, também orientamos os grupos selecionados para as apresentações, que incluem linguagens artísticas diversas: teatro, dança, música, circo, entre outras.

Janeiro

18/01 (terça)
14h – Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (emergência) – Saracuruna – Iza Lanza com a intervenção solo “O Barão nas Árvores”

19/01 (quarta)
15h – Hospital Estadual Alberto Torres (emergência) – São Gonçalo – Grupo Histórias Pintadas

21/01 (sexta)
11h – Hospital Estadual Albert Schweitzer (emergência) – Realengo – Grupo Intrusos com o espetáculo “Os Intrusos”
26/01 (quarta)
14h30 – Hospital Estadual Azevedo Lima (emergência) – Niterói – cortejo musical e apresentação dos palhaços cariocas

27/01 (quinta)
14h30 – Hospital Estadual Santa Maria (tratamento de tuberculose) – Jacarepaguá – cortejo musical e apresentação dos palhaços cariocas

28/01 (sexta)
14h30 – Hospital Estadual Eduardo Rabello (geriatria) – Campo Grande – cortejo musical e apresentação dos palhaços cariocas

30/01 (domingo)
14h30 – Hospital Estadual Tavares Macedo (tratamento de hanseníase) – Itaboraí – Orquestra Voadora

Fevereiro

No mês de fevereiro haverá uma programação especial de carnaval, um cortejo musical com palhaços e músicos convidados da Orquestra Voadora. No Hospital Eduardo Rabello haverá um baile à fantasia com apresentação da Orquestra. O elenco de palhaços é formado por Ana Sauwen, Camila Nhary, Filipe Codeço, Mariana Fausto e Tiago Quites. Com coordenação artística de Fernando Escrich, Anderson Spada e Layla Roiz dos Doutores da Alegria.

02/02 (quarta)
13h30 – Hospital Estadual Rocha Faria (emergência) – Campo Grande – cortejo carnavalesco

03/02 (quinta)
13h30 – Hospital Estadual Albert Schweitzer (emergência) – Realengo – cortejo carnavalesco

04/02 (sexta)
13h30 – Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (emergência) – Saracuruna – cortejo carnavalesco

14/02 (segunda)
13h30 – Hospital Estadual Alberto Torres (emergência) – São Gonçalo – cortejo carnavalesco

15/02 (terça)
14h30 – Hospital Estadual Santa Maria (tratamento de tuberculose) – Jacarepaguá – cortejo carnavalesco

16/02 (quarta)
14h – Hospital Estadual Tavares Macedo (tratamento de hanseníase) – Itaboraí – cortejo carnavalesco

17/02 (quinta)
14h – Hospital Estadual Azevedo Lima (emergência) – Niterói – cortejo carnavalesco

18/02 (sexta)
15h30 – Hospital Estadual Eduardo Rabello (geriatria) – Campo Grande – Orquestra Voadora

Sobre as atrações que fazem parte da programação:

Iza Lanza com o espetáculo solo “O Barão nas Árvores”
Direção: Iza Lanza
Duração: 40 minutos
Espetáculo é baseado no conto “O Barão nas Árvores”, de Ítalo Calvino. A atriz Iza Lanza narraativamente a história de um menino chamado Cosmolito que ao subir nas árvores encontrou suafilosofia de vida. Durante a encenação ela estabelece jogo e interação com a plateia para desenvolvera narrativa. O espetáculo foi montado originalmente em 2006 pelo Grupo Mambembe, de OuroPreto – MG, do qual Iza Lanza fazia parte, a atriz atualmente mora no Rio de Janeiro e adaptou amontagem para um solo.

Orquestra Voadora
A Orquestra Voadora é uma espécie de fanfarra ou “brass band” – grupos musicais bem comuns naEuropa e EUA, não muito diferentes dos blocos carnavalescos – composta exclusivamente porinstrumentos de percussão e sopro, com formação variando de 15 a 30 músicos. O repertório trazmúsicas do cenário pop nacional e internacional, além de grandes clássicos do samba, do jazz e dorock. Apresentam-se com freqüência na noite carioca e também no formato bloco de rua nas ruas doRio de Janeiro durante o ano inteiro.

Histórias Pintadas
Adaptação e roteiro, cenário e figurino: Rebeca de Queiroz
Direção Musical: Itiberê Zwarg
Duração: 45 minutos
Em Histórias Pintadas, a atriz Rebeca Queiroz apresenta contos populares brasileiros recolhidos pelofolclorista Câmara Cascudo, utilizando-se de suas próprias pinturas e interpretando belas cantigas. Adireção de Warley Goulart bem como a trilha sonora realizada pelo músico cearense Ranier deOliveira e concebida pelo consagrado músico Itiberê Zwarg ressaltam o imaginário divertido esimbólico dos contos da tradição oral.

Grupo Intrusos com o espetáculo “Os Intrusos”
Texto e Direção: Carol Barros
Elenco: Carol Barros, Diogo Cavalcanti e Rômulo Vidal
Figurinos, sonoplastia e produção: Vanda Barros
O Grupo Intrusos é de Cabo Frio, região dos Lagos do Rio de Janeiro, com 4 anos de atividade jáconquistou mais de 40 premiações. O espetáculo é fruto de uma pesquisa sobre linguagem corporale oral (desenho animado, ilusionismo e extensão do corpo) e aborda situações cotidianas de formacômica.

<Voltar