Ano passado, eu e Dra. Manela conhecemos M. no berçário do Hospital Universitário (SP). Acompanhamos o seu desenvolvimento besteirológico pesquisando quantas bobagens ele fala por dia – lembrando que ele fala bebenês. Neste ano, já trabalhando com Dra. Lola Brígida, chegamos à conclusão de que o pequeno M. alcançou um nível considerado de bobagens. Com seus sorrisos marotos, seus olhares cativantes e seu fluente bebenês, consideramos que ele merece o título de Príncipe do Hospital Universitário.

Quando não está dormindo em seus aposentos, o Príncipe está sendo alimentado (com toda paciência e carinho!). No resto do tempo, M. trabalha. Sim! M. tem um trabalho muito sério: por muitas horas, ele tem que receber os mimos de todos. Das enfermeiras, dos médicos, dos residentes e até dos visitantes que passam pelo berçário.

Um dia desses, estávamos eu e a Dra. Lola dentro de um quarto fazendo um exame besteirológico de rotina e tomando nota com os papais sobre quais ingredientes foram utilizados na receita para feitura de seus bebês. De repente ouvimos:

Dr. De Dérson! Dra. Lola! Venham ver!

Fomos até lá em velocidade de emergência:

O que foi? O que foi?

E nos deparamos com uma multidão de enfermeiras, médicos, visitantes, imprensa, câmeras, etc, etc, etc… Todos em volta do nosso Príncipe. Uma enfermeira anunciou para todos ouvirem:

O M. conseguiu morder a bolacha!

Todos comemoravam e vibravam por tal feito. Eu e minha colégua não tivemos dúvidas: declaramos a todos que M. é o mais novo Príncipe Xodó Mimo do Berçário do Hospital Universitário!

Todos vibraram! E agora,  M. já começa sua campanha para ser Rei do Hospital Universitário. VIVA!

Dr. De Dérson (Anderson Spada)
Hospital Universitário
Março de 2012

Dr. De Dérson (Anderson Spada)