Olá amigos leitores, este relatório de agosto não poderia estar mais assertivo: no mês do cachorro louco, falaremos do próprio!

O “cachorro louco”, para os não iniciados, é o mês em que todos os palhaços circulam pelos hospitais, trocando as duplas, experimentando lugares novos e proporcionando encontros muito loucos.
No Hospital do Mandaqui, Dra. Canaleta marcou ponto para receber os forasteiros e deu uma escapadinha durante uma semana para visitar o Instituto da Criança e trocar figurinhas com a Dra. Manela ( as coleções dela são as mais raras e surpreendentes).

Por aqui passou o Dr. Sandoval, que teve que enfrentar o seu pior pesadelo: as crianças encapetadas! Neste dia elas estavam impossíveis! Sandoval foi alvo de chutes, assaltos no bolso, pancadas em geral. Isso nunca tinha acontecido com Canaleta ou Valdisney… A saída foi encher o quarto de bolhas, fechar a porta e sair correndo.

Entramos na UTI, a primeira coisa que o Rei Mateus falou assim que entramos foi: “Cadê o Valdisney”? Tentamos convencê-lo de que Sandoval era o Valdisney e para provar ele teria que dar cinco cambalhotas e dois mortais. Sandoval acho um exagero e ligou pro Valdisney para confirmar. Valdisney disse que não eram cinco cambalhotas e sim três! E lá foi Sandoval: Deu as três cambalhotas e duas mortes dignas da novela das oito, emocionantes!

Matheus adorou! Gostou tanto que na hora de irmos embora, ele encheu os olhos lágrimas e emocionou Dr. Sandoval, que chorou pra valer, com suas lágrimas de palhaço. Matheus trocou de canal rapidinho, enquanto Canaleta ia saindo consolando Sandoval para não inundar a UTI. Este encontro com Sandoval foi uma pérola, tivemos momentos muito divertidos e outros românticos, como o nosso dueto de gaita, lindo e, por incrível que pareça, afinados.

Dra. Xaveco também marcou presença, com seu discreto charme encantava a todos e não deixava ninguém dormir! Arrebentou a boca do balão! E, para desespero de Canaleta, ficava xavecando todos os meninos e homens do sexo masculino que encontrava pelo caminho! Por causa deste comportamento, várias vezes elas entraram em conflito. Armadas com bolinhas de papel, fizeram os quartos e corredores tremerem! Mas no fim do dia, nenhuma das duas se arranjou e foram juntas tomar um refri na padaria e rir das bobagens da guerra.

Dr. Dadúvida… que lindo, que sonho! Ele é objeto, ops, o rapazola dos sonhos da Canaleta. Calmo, elegente, carinhoso e lindo!! Ela disse a todos que se casaria com ele, mas pelas costas o danado dizia que não e continuava arrasando corações! Foi um dia mágico, fluido, impalpável como nos sonhos. Com esse romance no ar, Matheus, que considera Canaleta sua namorada número um, a chamou de galinha! Ela mudou de idéia na hora, afinal de contas galinha é a prima dela, e as pessoas poderiam confundí-las.

Quando Dr. Daduvida foi trabalhar com Valdisney, já conhecia mais crianças que ele, que era oficialmente do Mandaqui!

Dr. Montanha deu um fim na sua saudade do Mandaqui, com muita música e trocadilhos inteligentes ele parecia um candidato a vereador: simpático, reconhecendo a todos, distribuindo beijinhos e brincando com as crianças. Dra. Canaleta gostou da idéia e vai se candidatar também a presidenta do Mandaqui, e desbancar a Dra. Maria Teresa! Cuidado, Dra. Maria Teresa, que a Canaleta vem aí!!

Bem, depois desta salada russa, ou melhor, cachorrada louca, Dra. Canaleta e Dr. Valdisney tiraram uma semana de férias para concatenar as idéias e voltar com todo o pique para o nosso Mandaqui querido.

Dra. Crica Canaleta e Dr Valdisney