Editorial
Atenção!!! Atenção!!! Notícia sensacional: saiu do armário o nosso jornal!
Amassado, amarrotado, empoeirado, mas cheio de novidades para contar!
– Quem, o jornal?!
-Não, o Dr. Custódio!
– Ué, ele também tava preso no armário?
– Você não ta sabendo a fofoca quente do mês passado? A Dra. Pororoca e a Dra. Guadalupe fizeram a maior mandinga para conseguir namorado! Porque cá entre nós, elas são umas encalhadas! Rsrsrsrsrsrs…
– Menina… Me conta tudo!
– Pois é, diz a simpatia que, para conseguir um namorado, tem que prender um amigo tagarela no armário durante quarenta dias!
– E aí, deu certo?
– Uai… para elas eu não sei, mas corre a boca miúda que o Dr. Custódio anda arrasando corações por aí! Da limpeza ao CTI! Rrsrsrsrsrrsrsrsrsrs!
– Pshiiiii… fala baixo, despista, despista e vamos ler esse jornal!

Gavetão
“A vida é uma surpresa e cabe dentro de um armário!”
De repente a porta bateu, e agora? Como vou trabalhar? Estranho, não ventava e Dra. Pororoca de Dra. Guadalupe não estavam por perto. “Aceitar o presente da vida!” “A vida não dá duas vezes a mesma chance.” Está bem, que fazer? Aceitei o destino. Me dobrei de lado e dormi, dormi, dormi! Tinha tudo para fazer, coloquei minha cabeça no chapéu, meus pés nas sandálias e minhas pernas na bermuda e andei de gaveta em gaveta, encontrei com roupas velhas coloridas, conheci Bud-guti, um rato amigo, Bernadete a velha aranha bondosa. E tantos outros amigos que moram no meu mundo e que eu não conhecia. Eles me levaram para lugares desconhecidos, castelos, ruas, rios, cidades. Entre tantas novidades o que mais me encantou foi o encontro com a amiga bruxa que me disse, assim do nada: “Serás amado, mais que as duas, quarenta dias passados e serão todas tuas!”

Penteadeira
Dra. Pororoca e Dra. Guadalupe foram convocadas para representar o Brasil nas Olimpíadas de Benjim! Especialistas em beijins, beijocas e bitocas, a dupla foi representando a Equipe de Nada Sincronizado Carpado, exibindo um modelito que por si só já valeria o ouro! Raçudas que são, as
doutoras atletas seguiram viagem de jegue, e
voltaram de ponta cabeça depois da experiência no outro lado da Terra. Para orgulho da nação, trouxeram no peito 34 medalhas, brincos, pulseiras e bugingangas de ouro Made In China! Em entrevista exclusiva, declararam: “Derretemos o ouro e com o dinheiro, gastamos tudo em coxinhas! Não é Dr. Guadalupe? – Isso! E com catupiry”.

[img:Figura1.jpg,thumb,vazio]

Gavetinha de cima
Dra. Pororoca e Dra. Guadalupe, ao entrar numa enfermaria da Ala A, se depararam com uma visão inusitada: a poupança de um paciente virada para a lua, bem na cara das doutoras! Como médicas sérias que são, viraram o rosto ruborizadas de vergonha! A mãe do paciente ria abertamente contaminando as outras mães com sua risada. Com a epidemia alastrada, deflagrou-se uma situação de emergência! Foi necessário apertar os risos frouxos, um por um, mas nada adiantou. Desconfiada, Dra. Guadalupe, pensou que riam de sua própria poupança, revelando, ao conferir o material, sua linda calcinha de onça. Mais risos! Dra. Pororoca, num ato de bravura, arrancou a onça com os dentes, e as duas mataram a fera a pauladas! As duas se abraçaram calorosamente comemorando a vitória, até que… PUMBA! Uma bela trombada aconteceu! Nem as médicas conseguiram se salvar da epidemia, e a mulherada caiu na gargalhada!

Gavetinha de baixo
Quem vê cara não vê samba no pé. Os olhares de Vana estavam nos acompanhando Dr. Custódio e Dra. Guadalupe pelos corredores. Quando chegaram em seu quarto, ela correu e sentou em sua cama. Os médicos se aproximaram e pediram para fazer um exame, e ela imediatamente se deitou. Anunciaram: Exame do Coração! Com o Orelhudoscópio em mãos, iam procurando as batidas de seu coração nos pés, joelho, cabeça e mãos da paciente que conduzia: “Aí não! Mais para cima! Não, mais para baixo!” Até que… UFA! Coração!
Surpresa! Seu coração batia no ritmo de uma escola de samba! Animados pelo ritmo intenso da batida, convidaram Vana para ser a Rainha de Bateria. Dr. Custódio perguntou: Você tem samba no pé? Ela se levantou e sambou com a nobreza e destreza de uma brasileira legítima! Num instante, a enfermaria se transformou numa grande Escola de Samba, a Acadêmicos Unidos da Santa Casa, que invadiu a avenida, ops! Corredores na maior folia.

Dr Custódio, Dra Guadalupe e Dra Pororoca