Doutores recomenda: Seu Rei Mandou e Mostra Las Cabaças 10 anos

Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Doutores da Alegria traz duas dicas culturais para aproveitar as férias em São Paulo:

Seu Rei Mandou, para curtir com a criançada, e a Mostra Las Cabaças 10 Anos, com um repertório incrível de duas palhaças que exploraram a Amazônia.

Seu Rei Mandou

Seu Rei Mandou _Foto Lana Pinho

O espetáculo Seu Rei Mandou, da Cia Meias Palavras, traz para o palco histórias que tratam do universo fabuloso dos reis através de releituras cômicas e poéticas, ora críticas, mas sempre lúdicas.

A montagem tem texto, direção, figurinos e atuação de Luciano Pontes – conhecido nos hospitais pernambucanos como Dr. Lui –, acompanhado no palco pela flauta e tambor do músico Gustavo Vilar.

A peça promove um diálogo entre a contação de histórias, a música e o teatro de formas animadas em três contos: A Lavadeira Real, O Rato que roeu a Roupa do Rei de Roma e O Rei chinês Reinaldo Reis.

Quando e onde?

Somente nos dias 9 e 10 de julho (sábado e domingo) às 16h no Instituto Itaú Cultural. Ingressos gratuitos distribuídos com uma hora de antecedência.

veja aqui mais informações sobre Seu Rei Mandou

blog_sep

MOSTRA LAS CABAÇAS 10 ANOS 

ODiaDaCaca_LasCabacas_fotoPabloSaborido (1)

Las Cabaças é um grupo formado em 2006 pelas palhaças Juliana Balsalobre (Bifi) e Marina Quinan (Quinan), ex-integrantes do Doutores da Alegria. Naquele ano, a dupla embarcou em uma viagem pelo Norte e Nordeste do Brasil, pesquisando e coletando materiais em seus encontros com o público e outros palhaços. Em 2009, fixaram residência em Alter do Chão, no Pará.

A dupla foi descobrindo o que há de universal no riso e o que há de mais genuíno na relação com o outro. E as experiências vividas nas pequenas comunidades se transformaram em roteiros teatrais através da linguagem do palhaço. 

Quando e onde?

Até 21 de agosto, a Mostra Las Cabaças 10 anos traz três espetáculos do seu repertório, com a estreia do terceiro, ao Sesc Pompeia, em São Paulo. Sábados e domingos, com ingressos entre R$ 5 e R$ 17 reais.

veja aqui a programação da Mostra Las Cabaças 10 Anos

As férias estão só começando… Traremos mais sugestões culturais em breve! :)

Doutores recomenda: Se fosse fácil não teria graça (SP)

Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Nando Bolognesi, ou Palhaço Comendador Nelson, integrou o elenco do Doutores da Alegria há alguns anos.

Aos 21 anos, ele descobriu ser portador de esclerose múltipla. Hoje, aos 46 anos, ele traz para o palco o espetáculo Se fosse fácil não teria graça, em que relata como superou as dificuldades da doença degenerativa e incurável. Para isso, ele usa a experiência como palhaço na vida real para contar, de maneira emocionante e divertida, como tem enfrentado as situações mais corriqueiras.

Nando provoca risos e emoção ao mostrar como dificuldades podem ser transformadas em alegrias, desafios e realizações, e convida a refletir sobre a vida, a morte e a existência humana.

13622124294_efb079217f_k

Onde, quando?

Quintas-feiras, até 4 de agosto (exceto dia 30/06), às 21h
Teatro Tucarena – Rua Monte Alegre, 1024 – Perdizes, São Paulo
Duração: 80 minutos
Indicação de faixa etária: 14 anos
Capacidade: 176 lugares
Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia entrada) e R$ 10 (estudantes, professores e funcionários da PUC)
bilheteria: terça-feira a domingo das 14h às 20h
www.ingressorapido.com.br 
(11) 4003-1212

Doutores recomenda: Seu Rei Mandou, no Recife

Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Histórias de reis são sempre grandiosas, envolvem bravura, esperteza e uma boa dose de tirania.

O espetáculo Seu Rei Mandou, da Cia Meias Palavras, traz para o palco histórias que tratam do universo fabuloso dos reis através de releituras cômicas e poéticas, ora críticas, mas sempre lúdicas.

Seu Rei Mandou _Foto Lana Pinho

Em cartaz no Recife, a montagem tem texto, direção, figurinos e atuação de Luciano Pontes – conhecido nos hospitais como Dr. Lui –, acompanhado no palco pela flauta e tambor do músico Gustavo Vilar.


Teaser Seu Rei Mandou por cia-meias-palavras

Ela fica até 28 de maio no Teatro Marco Camarotti, no Sesc Santo Amaro, aos sábados e domingos, sempre às 16h, com ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada).

O espetáculo promove um diálogo entre a contação de histórias, a música e o teatro de formas animadas em três contos: A Lavadeira Real, O Rato que roeu a Roupa do Rei de Roma e O Rei chinês Reinaldo Reis.

Bora ler

Durante a temporada, o público ainda poderá adquirir o livro “Seu Rei Mandou” ao preço popular de R$ 20. O título traz os contos que deram origem à peça e foi escrito e ilustrado por Luciano Pontes.

Luciano Pontes - livro Seu Rei Mandou - foto Lana Pinho

Além disso, antes de cada sessão, a companhia instala um espaço para leitura partilhada de livros que serviram de inspiração para suas criações ou que tenham uma ligação temática com o enredo apresentado nos espetáculos da companhia.

Imperdível e uma boa oportunidade para ver o Dr. Lui nos palcos! Doutores recomenda!

Serviço

Sei Rei Mandou / Cia Meias Palavras
Teatro Marco Camarotti (Sesc Santo Amaro)
Rua Treze de Maio, 455 – Santo Amaro, Recife
Sábados e domingos, 16h, até 28/05
Ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)

Doutores recomenda: premiada “Refugo Urbano” neste final de semana em SP

Tempo de leitura: 1 minuto(s)

A peça Refugo Urbano, já recomendada neste Blog (aqui, ó), está em cartaz em São Paulo depois de vencer diversos prêmios.

refugo urbano

As apresentações acontecem neste final de semana, 26 e 27 de março, às 17h no Espaço Parlapatões, em São Paulo. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 reais e podem ser adquiridos no site ingressorapido.com.br ou na bilheteria do teatro (Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação).

Refugo Urbano é uma delicada fábula urbana que nasceu na experiência vivida com intervenções nas periferias da cidade. O palhaço na pele de um lixeiro e de uma moradora de rua. Entre o lixo e os restos de sobrevivência eles se conhecem e, juntos, descobrirão o que há de mágico na trágica crueza das ruas.

refugo urbano

refugo urbano

Contado pela Trupe Dunavô, o espetáculo foi eleito Melhor Espetáculo Infantil de 2015 pelos leitores do Guia Folha, venceu na categoria “sustentabilidade” o Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem e, nesta mesma premiação, teve Gabi Zanola indicada a melhor atriz. 

Gabi Zanola e Renato Ribeiro, integrantes da trupe, participaram do Programa de Formação de Palhaço para Jovens, iniciativa da Escola dos Doutores da Alegria. A dramaturgia é de Nereu Afonso e a preparação corporal é de Ronaldo Aguiar, ambos integrantes do elenco do Doutores da Alegria.

O espetáculo traz ainda brincadeiras circenses, corpo cômico, malabarismo e o divertido jogo do palhaço. Doutores recomenda! 

blog_sep

Serviço
Refugo Urbano
Teatro Parlapatões (Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação, São Paulo)
Sábado, 26 e domingo, 27 às 17h
Duração: 55 minutos
Classificação: livre
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)
Meia entrada: aposentados, idosos acima de 60 anos, moradores da Praça Roosevelt, estudantes, professores da rede pública de ensino e classe artística.

Doutores recomenda: Shakespeare nas férias

Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Que tal levar a criançada pra ver Shakespeare nas férias?

Duas divertidas e premiadas peças estão em cartaz a partir deste mês em São Paulo. Elas adaptam clássicos do dramaturgo inglês para a lente do olhar do palhaço. 

As peças são da Cia Vagalum Tum Tum, sob direção de Angelo Brandini. O elenco traz artistas que integram o time de besteirologistas que atuam nos hospitais paulistanos. Conheça mais sobre cada espetáculo acessando o site da companhia, que traz sinopses e fotos. 

“Bruxas da Escócia”

Reconta a história de Macbeth, um valente general do exército escocês, defensor leal do rei. Ao voltar de uma batalha, o general encontra três bruxas que lançam uma profecia: ele se tornará rei! Daí em diante, seu desejo pelo poder é aguçado e a peça se desenrola entre caretas, bofetadas, escorregões e truques de mágica. 

Indicado para crianças a partir de 6 anos. Grátis para crianças de até 12 anos.
Quando:
17/01, 24/01, 31/01, 14/02, 21/02 e 28/02 (domingos) às 14h 
Local:
 Teatro do Sesc Santana (Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana, São Paulo)
Ingressos: de R$ 17 (inteira) a R$ 5 (credencial plena)
Telefone: (11) 2971-8700

Bruxas da Escócia 3 - DNG

blog_sep

“Othelito”

Inspirada em “Otelo, o Mouro de Veneza”, o espetáculo agrega o humor da commedia dell’arte com o olhar do palhaço. Fala sobre o tumultuado romance entre a jovem Desdêmona e o capitão mouro Othelito, que supera o preconceito do pai da moça, o senador Brabâncio, mas esbarra nas intrigas do amigo Iago. Máscaras, mímica, piruetas e cambalhotas compõem o arsenal interpretativo que a trupe usa revelar a faceta cômica do personagem de Shakespeare.

Indicado para crianças a partir de 6 anos.
Quando:
19/01 e 26/01 às 16h
Local:
 Teatro Viradalata (Rua Apinajés, 1387 – Sumaré, São Paulo)
Ingressos: R$ 30 (inteira) a R$ 15 (meia)
Telefone: (11) 3868-2535

Premiações consagram artistas do teatro infantil e jovem

Tempo de leitura: 1 minuto(s)

O final do ano trouxe prêmios importantes para o teatro paulista e consagrou o trabalho de artistas que fazem uso da máscara do palhaço em cena.

Três artistas que integram o elenco do Doutores da Alegria foram premiados:

Ronaldo Aguiar (Dr. Charlito): prêmio Femsa de melhor ator em “Simbad, o navegante”

simbad o navegante

 

David Tayiu (Dr. Daduvida) e Sandro Fontes (Dr. Sandoval): prêmio APCA de melhor espetáculo de palhaçaria por “Antes do dia clarear”

antes do dia clarear

Além disso, a peça “Refugo urbano”, recomendada aqui no Blog, venceu na categoria “sustentabilidade” pelo uso criativo de sucatas e material reciclado.

refugo urbano

O prêmio da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) e o Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem, com patrocínio exclusivo da Coca-Cola Femsa (Prêmio Femsa), têm diferentes categorias de premiação e grande importância para o teatro paulistano.

“Esse prêmio veio para legitimar meu trabalho e afirmar que realmente faço parte de São Paulo. A premiação [Femsa] é muito importante para todos que trabalham com teatro infanto-juvenil, não é apenas uma formalidade. Estou muito feliz”, conta o pernambucano Ronaldo Aguiar.

Parabéns a todos!

Doutores recomenda: Antes do Dia Clarear

Tempo de leitura: 1 minuto(s)

Diz a lenda que depois da meia noite não se pisa no picadeiro do circo!

É que o lugar é reservado aos ancestrais circenses para que possam fazer seus espetáculos…

Com base nessa tradição, os artistas David Taiyu e Sandro Fontes, integrantes do elenco do Doutores da Alegria, trazem ao palco a história de dois homens que silenciosamente invadem um grande circo antigo na calada da noite, revelando o universo mágico dos palhaços e uma forte relação de amizade.

antes-de-clarear

O espetáculo Antes do Dia Clarear traz para a cena reprises, truques e segredos dos antigos palhaços de circo, sua ingenuidade e música para adultos e crianças. Reflete sobre as diferenças e conflitos com muita graça, beleza e poesia e traz diversas gags e esquetes musicais, com trilha sonora assinada por Fernando Escrich e músicas de Nino Rota, compositor dos filmes de Federico Fellini.

O espetáculo está em cartaz no Sesc Pompeia (Rua Clelia, 93 – Barra Funda), em São Paulo. As apresentações ocorrem aos sábados e domingos (até 31/10 às 12h e de 1 a 22/11 às 11h) com ingressos gratuitos para crianças de até 12 anos.

Doutores recomenda!

207cb09c-3aa9-4cf1-b887-941828fe02c1

Serviço

Antes do Dia Clarear
Sesc Pompeia | Rua Clelia, 93 – Barra Funda – São Paulo
Elenco: David Taiyu e Sandro Fontes (CIA 2DOIS)
Direção: Fernando Escrich e Ronaldo Aguiar
Trilha sonora: Fernando Escrich 
Músicas: Nino Rota
Duração: 55 minutos

Doutores recomenda: Refugo Urbano em SP

Tempo de leitura: 1 minuto(s)

O palhaço na pele de um lixeiro e de uma moradora de rua. Entre o lixo e os restos de sobrevivência eles se conhecem e, juntos, descobrirão o que há de mágico na trágica crueza das ruas.

Depois de um intenso processo de pesquisa e criação que contou com a participação do público, a Trupe DuNavô estreia temporada de Refugo Urbano, uma delicada fábula urbana que nasceu na experiência vivida com intervenções nas periferias da cidade. O espetáculo está em cartaz no Centro Cultural São Paulo aos sábados e domingos, às 16h, até 25 de outubro.

refugo urbano

refugo urbano

refugo urbano

“O que ambicionamos foi criar uma obra capaz de dialogar com todos os cidadãos, propondo uma reflexão sobre o que há nas ruas e qual é a nossa capacidade de ressignificar o que nossos olhos já se habituaram a ignorar”, diz Gislaine Pereira, integrante da trupe. 

A atriz Gabi Zanola completa: “O que aproxima Refugo Urbano do público é sua humanidade! O espetáculo é cheio das nossas mais sinceras tolices humanas, que podem ser bem engraçadas ou muito dolorosas e cruéis!”. Ambas fizeram parte do Programa de Formação de Palhaço para Jovens, iniciativa da Escola dos Doutores da Alegria. A dramaturgia é de Nereu Afonso e a preparação corporal é de Ronaldo Aguiar, ambos integrantes do elenco dos Doutores da Alegria.

O espetáculo traz ainda brincadeiras circenses, corpo cômico, malabarismo e o divertido jogo do palhaço. Doutores recomenda! 

Serviço
Refugo Urbano
Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso SP)
Temporada de 29 de agosto até 25 de outubro – sábados e domingos às 16h
Duração: 55 minutos
Classificação: 5 anos

Os ingressos custam R$ 10 e estão disponíveis na bilheteria e no site Ingresso Rápido. Nos dias 11/9, sexta, às 14h, e 11/10, domingo, às 16h, a sessão será gratuita. A bilheteria será aberta duas horas antes do início do espetáculo para a retirada de ingressos. Os ingressos não estarão disponíveis pela internet.

Doutores recomenda: Festival Palhaçada Geral em SP

Tempo de leitura: 9 minuto(s)

O palhaço é tema de um festival que convida para visitar o centro de São Paulo. A Praça Roosevelt é palco da quarta edição do Palhaçada Geral, que traz cerca de 150 artistas nacionais e internacionais apresentando espetáculos, cabarés de variedades, pocket shows e debates.

Promovido pelo Grupo Parlapatões, o festival oferece diversas linguagens que cercam o palhaço, dos circos mais tradicionais aos modelos atuais, e acontece de 14 a 23 de agosto, com abertura às 21h, no Espaço Parlapatões (Pça. Roosevelt, 158). Algumas atrações são grátis e outras, no interior do teatro, custam R$ 20.

Na programação, ex-alunos do Programa de Formação de Palhaço para Jovens, do Doutores da Alegria, artistas que integram o elenco que atua no hospital e Wellington Nogueira, fundador da ONG, em um papo sobre empreendedorismo no dia 18 de agosto, às 17h, na SP Escola de Teatro.

Mais informações no site www.parlapatoes.com.br. E clique aqui para obter a programação e imprimir.

Veja a programação completa e agende-se!
Dia 14/08 – Sexta-feira

21h – Abertura – Cabaré de Gala com participação da Banca Cabaré 3 Vintens (Teatro)
Ao som da Banda Paralela, o cabaré será uma grande festa em homenagem ao mestre da palhaçaria Teófanes Silveira, o palhaço Biribinha. Os anfitriões Parlapatões estarão muito bem acompanhados de convidados de peso, como o grupo La Mínima e a Trupe 1 Kilo e Meio, que foram vencedores do IV Festival de Cenas Cômicas do Espaço Parlapatões em 2015, além de outros convidados.
Direção: Hugo Possolo
Classificação indicativa: Livre

palhacada geral

Meia-noite – Noite dos Renegados (Palco do bar)
Comandado por César Lopes (Cara de Pau) a noite se desenrola com muito humor ácido, experimental e inusitado. Números de faquir, engolidor de facas e até uma palhaça mendiga serão apresentados. O público participa ativamente também no papel de jurado, gogando os piores dos piores.
Classificação indicativa: 16 anos

Dia 15/08 – Sábado

16h – Espetáculo: Reprise – Cia. La Mínima/São Paulo (Teatro)
A conhecida companhia apresenta a reunião de números tradicionais da palhaçaria. Ao chegarem ao local de sua apresentação, dois palhaços descobrem que foram contratados para o mesmo local, no mesmo horário, pela mesma pessoa. Depois de infrutíferas tentativas de provar um ao outro sua prioridade no picadeiro, decidem realizar este trabalho juntos.
Direção, Concepção e Cenografia: Domingos Montagner e Fernando Sampaio
Supervisão Geral: Leris Colombaioni
Consultoria e Pesquisa: Mário Bolognesi
Figurino: Inês Sacay
Iluminação: Wagner Freire
Música Original: Marcelo Pellegrini
Diretora de Produção e Administração: Luciana Lima
Realização: La Mínima
Classificação indicativa: Livre

18h – Sessão Reprise (Palco do bar)
Pocket show com reprises tradicionais e experimentais, explorando diferentes formas de palhaçaria. A cada dia um show diferente. Com a presença dos grupos Namakaca, Clownbaret, Mimi Calado e muitos outros.
Classificação indicativa: Livre

20h – Parece ser que me fui – Marina Barbera/Argentina (Teatro)
Quando se abre uma fenda, ninguém sabe se o mundo se infiltra na parede ou em sua cabeça. Se houvesse uma janela aberta o espião seria Martha, a palhaça. Se houver um precipício, tentar voar… Viajar sem roteiro … Talvez você estaria com medo, mas ele gostaria. Nada disso existe e ainda acontece tudo.
Direção: Raquel Sokolowicz
Elenco: Marina Barbera
Desenho de iluminação: Ricardo Sica
Música original: Agustín Flores Muñoz
Fotografia: Jorge Crowe
Desenho gráfico: Andrés Kyle
Assistência de direção e produção: Mariano Mandetta
Classificação indicativa: 14 anos

22h – São Paulo’s Féxiõn Claum (Teatro)
Diversão garantida com o desfile destas figuras estranhas e inusitadas. Com a palhaça Rubra (Lu Lopes) como Mestre de Cerimônias e uma banda composta por palhaços, recebe a brincadeira sobre a moda palhacística. Durante o desfile o parlapatão Raul Barretto vive Sra. Jourdain, uma burguesa mal-educada da obra de Molière, que faz a crítica dos trajes dos palhaços e seus estilistas. Uma festa que vem temperada de improvisos, surpresas e muita alegria.
Classificação indicativa: Livre

24h – Amor te espero – Barracão Teatro/Campinas – SP (Teatro)
Mirbobaz e Zabobrim, dois viajantes charlatões, após a venda fracassada de um elixir prodigioso com efeitos energéticos, seguem viagem, mas param no meio da estrada porque o caminhão quebra perto de um farol. Decidem dormir ali mesmo até que possam consertá-lo, quando são abordados por uma mulher misteriosa que os convida para uma festa no alto do farol. Depois de muitas idas e vindas, confusões e mistérios, ambos descobrem que esta mulher é muito mais do que poderiam imaginar! Tudo é o que não parece, tudo que parece não é, e no fundo, no fundo… Tudo aquilo está acontecendo mesmo?
Concepção, Dramaturgia e Direção Geral: Esio Magalhães
Assistência de Direção: Tiche Vianna
Elenco: Cintia Birochi, Kuarahy Fellipe e Esio Magalhães
Trilha Sonora Original: Marcelo Onofri
Assessoria em Mágica: Ricardo Harada
Assessoria Coreográfica: Mariza Virgolino
Assessoria em Acrobacia: Rodrigo Mallet
Figurino: Antônio Apolinário
Execução de Figurino: Maria Nicias
Concepção Cenográfica: Esio Magalhães
Execução Cenográfica: Victor Akkas
Iluminação: Alessandro Azuos
Operação de Luz: Fernando Fubá
Operação de Som: Suzana Santos
Arte Gráfica: Ana Muriel
Produção Executiva: Cau Vianna
Assistência de Produção: Suzana Santos
Produção e Realização: Barracão Teatro
Classificação indicativa: 14 anos

palhacada geral

Dia 16/08 – Domingo

16h – Clássicos do Circo – Parlapatões/São Paulo (Teatro)
Alguns dos mais divertidos números cômicos e circenses dos vários espetáculos da trajetória do grupo paulistano Parlapatões. Quatro palhaços passam das mais clássicas reprises aos números mais inovadores do circo contemporâneo em 60 minutos.
Números como Contorcionista Árabe, Rei do Gatilho, Futebol de Palhaço, Lutadores de Boxe Dançando Balé e Águas Dançantes.
Texto, direção, cenário e figurino: Hugo Possolo
Elenco: Hugo Possolo, Raul Barretto, Fabek Capreri e Hélio Pottes
Programação visual e desenhos: Werner Schulz
Assistência de Produção: Janayna Oliveira
Produção Executiva: Erika Horn
Coordenação Geral: Hugo Possolo e Raul Barretto
Realização: Parlapatões
Classificação indicativa: Livre

18h – Concerto em ri maior – Cia dos Palhaços/Curitiba – PR (Teatro)
Comédia musical em que o maestro e palhaço Wilson Chevchenco apresenta um concerto baseado em sua origem russa e conta com a ajuda de Sarrafo, seu fiel amigo, para executar as obras de sua família e ser compreendido pela plateia, já que não fala o idioma português. O concerto conta ainda com um coral, que é integrado pelo público. Também são utilizados vários instrumentos como piano, violão, acordeom, gaita, castanholas e harmônica.
Texto e Direção: Cia dos Palhaços
Elenco: Eliezer Vander Brock e Felipe Ternes de Oliveira
Sonoplastia: Eliezer Vander Brock
Iluminação: Anry Aider
Figurino: Fabianna Pescara e Renata Skrobot
Realização e Produção: Cia dos Palhaços
Classificação indicativa: Livre

19h – Sessão Reprise (Palco do bar)
Pocket show com reprises tradicionais e experimentais explorando diferentes formas de palhaçaria. A cada dia um show diferente.
Classificação indicativa: Livre

20h – Clowns D’Affaires – Compagnie Batchata/Bélgica (Teatro)
Conferência burlesca que traz um olhar inusitado do mundo dos negócios. Dois personagens clownescos estão se esforçando para ponto de riscos psicossociais poético-burlescas em locais de trabalho no século XXI: evolução dos métodos de gestão, concorrência internacional, neutralização, condições de trabalho, espaço aberto, stress, assédio… Para a Cia. Batchata, o palhaço destaca a vulnerabilidade e falibilidade humana. No entanto, mesmo mergulhado em situações terríveis, ele nos surpreende com sua luta de tirar o fôlego.
Direção: Patrick Spadrille
Elenco: Carina Bonan e Alexandre Aflalo
Classificação indicativa: 14 anos

Dia 17/08 – Segunda-feira

21h30 – Jogando no Quintal: Especial Palhaçada Geral – Cia do Quintal/SP (Teatro)
Edição especial do espetáculo de improvisação de palhaços com Cia. do Quintal, realizada em formato criado especialmente para o Palhaçada Geral, com participação de diversos convidados como La Mínima, Lume, Parlapatões e Barracão, entre outros.
Classificação indicativa: 14 anos

Dia 18/08 – Terça-feira

19h30 – O eterno retorno – Márcio Ballas e Rhena de Faria/São Paulo (Teatro)
Espetáculo que fala do ritual do aniversário e de tudo o que está relacionado a esse universo: bolos, velas, presentes, festas e desejos. João Grandão e Mademoiselle Blanche são amigos que, se pudessem, fariam aniversário todos os dias. Por isso, eles preparam surpresas a todo o momento para compartilhá-las com o público.
Roteiro: Rhena de Faria
Direção: Marcio Ballas e Rhena de Faria
Elenco: Rhena de Faria e Marcio Ballas
Classificação indicativa: Livre

20h – Sessão Reprise (Palco do bar)
Pocket show com reprises tradicionais e experimentais, explorando diferentes formas de palhaçaria. A cada dia um show diferente.
Classificação indicativa: Livre

21h30 – Experimentando Palhaçaria/SP (Teatro)
Dirigidos por Suzana Aragão, os mestres de cerimônia, acompanhados por uma banda musical, apresentarão um cabaré de palhaços com números de mágica, malabares, mímica e muitas outras habilidades. O cabaré é composto por ex-alunos do Curso de Humor da SP Escola de Teatro e da Formação para Jovens dos Doutores da Alegria. São jovens artistas que já estão bem envolvidos no teatro e circo.
Classificação indicativa: Livre

Dia 19/08 – Quarta-feira

19h30 – Se fosse fácil não teria graça – Fernando Bolognesi/São Paulo (Teatro)
O espetáculo narra, sempre com muito bom humor, a trajetória do autor/intérprete/palhaço, que conta como aprendeu a conviver com as limitações impostas por uma doença degenerativa, progressiva, incurável e com potencial incapacitante. O ator mescla um relato engraçado, humano e comovente sobre como podemos transformar dificuldades, limites e crises em alegrias, desafios e realizações com diversas reflexões sobre a vida, a morte, nosso lugar no universo e nossa relação com a alteridade.
Direção, texto e atuação: Nando Bolognesi
Classificação indicativa: 12 anos

palhacada geral

20h – Sessão Reprise (Palco do bar)
Pocket show com reprises tradicionais e experimentais, explorando diferentes formas de palhaçaria. A cada dia um show diferente.
Classificação indicativa: Livre

21h30 – Por el lado más bestia – Pablo Mikozzi/Argentina (Teatro)
Show de humor com os melhores monólogos e esquetes que o ator coletou ao longo de dez anos de trabalho. Tem base na técnica do bufão, com recursos pertencentes ao café concerto, show de variedades e improvisação para abordar questões de discriminação, violência sexual, insegurança, exclusão e a crueldade das classes dominantes. 
Atuação e dramaturgia: Pablo Mikozzi
Som: Igor Garfias
Figurino: Vespa Vestuario
Edição de video: Gustavo Mazolletti
Iluminação: Carla Giovanini
Direção: Tino Tinto
Produção executiva: Cristián Centurión
Classificação indicativa: 16 anos

Dia 20/08 – Quinta-feira

19h30 – Gramofone 2015 – Palhaça Rubra/São Paulo (Teatro)
Estreia do novo solo da palhaça Rubra. Reúne música e improviso por meio da memória musical em homenagem à cantora Dalva de Oliveira.
Elenco: Lu Lopes
Classificação indicativa: Livre

palhacada geral

20h – Sessão Reprise (Palco do bar)
Pocket show com reprises tradicionais e experimentais, explorando diferentes formas de palhaçaria. A cada dia um show diferente.
Classificação indicativa: Livre

21h – Cabaré das Palhaças (Teatro)
Meninos não entram! As mulheres palhaças exploram a graça do universo feminino, com várias palhaças e claunesses em um show para colocar os homens e mulheres diante de uma nova prespectiva de humor.
Classificação indicativa: 14 anos

Dia 21/08 – Sexta-feira

19h30 – Sessão reprise (Palco do bar)
Pocket show com reprises tradicionais e experimentais, explorando diferentes formas de palhaçaria. A cada dia um show diferente.
Classificação indicativa: Livre

21h – Desclowntrolados – Pata de Perro/México (Teatro)
A dupla de palhaços mexicanos traz um espetáculo vibrante, baseado nas tradições circenses, com o resgate dos excêntricos musicais, mostrando habilidades sonoras e gags que tem feito sucesso em toda América Latina e nos Estados Unidos.
Classificação indicativa: Livre

Meia noite – Cabaré Palhaços de Campinas – Coletivo Geral do Riso/Campinas (Teatro)
Celebração das pesquisas e experimentos do grupo, num encontro que faz a a conexão Barão Geraldo e Praça Roosevelt. Composto pela Família Burg, Dupla Cia., Circo Caramba, Barracão Teatro e Cia. SUNO.
Classificação indicativa: 14 anos

Dia 22/08 – Sábado

16h – Irmãos Saúde – Circo-Teatro Artetude/Brasília – DF (Teatro)
Espetáculo de dois amigos, irmãos e palhaços, que usando elementos de esquetes tradicionais, temperadas com manobras acrobáticas e números de malabares, exercitam a incrível e maravilhosa arte da convivência. Um jogo em que os sentimentos oscilam da raiva ao amor em segundos em cenas cotidianas que levam ao espetáculo e ao espectador a dúvida se aquilo é ou não verdade.
Realização: Circo-Teatro Artetude
Direção: Ankomárcio Saúde Rodrigues
Coordenação Geral: Ankomárcio Saúde Rodrigues
Produção: Ruiberdan Saúde Caetano
Direção Musical: Pablo Ravi Maroccolo
Elenco: Ankomárcio Saúde, Ruiberdan Saúde, Pablo Ravi Maroccolo
Parceiros: Grupo Cultural Pé de Cerrado
Classificação indicativa: Livre

18h – Sessão reprise (Palco do bar)
Pocket show com reprises tradicionais e experimentais, explorando diferentes formas de palhaçaria. A cada dia um show diferente.
Classificação indicativa: Livre

21h – Classic Duo – Jango Edwards/EUA/Espanha (Teatro)
Jango Edwards traz uma seleção de cenas rápidas e animadas do repertório, que ao longo dos anos tornou-se o favorito do artista e do público. Canções, dança, magia, acrobacias, música, comédia, conspirações, poesia e piadas. 
Classificação indicativa: 16 anos

Meia noite – Cabaré de Bolso – Cia. SUNO/Campinas – SP (Teatro)
Contorcionismos e malabarismos com roupagem contemporânea e canções executadas ao vivo ou operadas em cena pelos personagens.
Direção e concepção: Helena Figueira
Com Duba Becker, Helena Figueira, Emerson Noise e Elias Ficavontade
Classificação indicativa: Livre

Dia 23/08 – Domingo

16h – Fulano & Sicrano – Cia. Etc. E Tal/Rio de Janeiro – RJ (Teatro)
Coloca no palco o humor inusitado que é retirado das situações mais banais, com inspiração na linguagem dos quadrinhos e da animação. Cenas escolhidas do cotidiano e impregnadas de uma linguagem particular, mesclando situações cômicas, gromelô, mímica e a imperdível pantomima literária (narração simultânea a ação em mímica).
Criação e Produção: Centro Teatral e Etc e Tal
Atuação: Márcio Moura e Alvaro Assad
Direção e Preparação Mímica: Alvaro Assad
Assistência de Direção: Melissa Teles-Lôbo
Figurinos e Adereços: Fernanda Sabino
Desenho de Luz: Aurélio Oliosi
Fotografias: Ricardo Gabriel
Design: Ato Gráfico
Preparação de Pilates e RPG: Dulcilene Rosa Moura
Classificação indicativa: 14 anos

18h – Sessão Reprise (Palco do bar)
Pocket show com reprises tradicionais e experimentais, explorando diferentes formas de palhaçaria. A cada dia um show diferente.
Classificação indicativa: Livre

19h – Cabaré da Celebração (Teatro)
Artistas que são grandes referências na arte da palhaçaria vêm coroar o festival: Etc e Tal (RJ), João Artigos (RJ), Circo-Teatro Artetude (Brasília), Parlapatões e muito mais.
Classificação indicativa: 14 anos

19h – Show Heloísa Lucas e Banda Groovie – Encerramento (Palco do bar)
Show musical da cantora Helô Lucas, acompanhada pela Banda Groovie, com rock, samba-rock, blues e soul.
Classificação indicativa: Livre

Debates com entrada franca

Local: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt

18/08, terça-feira, às 17h – O empreendedor faz papel de palhaço?
Convidados: Rogero Torquato, Hugo Possolo e Wellington Nogueira

wellington

19/08, quarta-feira, às 17h – Como fazer rir na era do politicamente correto?
Convidados: Mário Bolognese, Raul Barretto e Cristiane Paoli-Quito

20/08, quinta-feira, às 17h – Grande Roda da Palhaçaria
Convidados: Dani Biancardi, Suzana Aragão e Bete Dorgam

Doutores recomenda: Hominus Brasilis

Tempo de leitura: 0 minuto(s)

Imagine a história da Humanidade contada por quatro atores em um palco de 2m². Da criação do universo até os dias atuais!

A Companhia de Teatro Manual apresenta Hominus Brasilis, espetáculo que traduz a saga da história humana a partir de uma linguagem cênica inédita em que se usa uma pequena plataforma, movimentos corporais e sonoplastia vocal.

Hominus_brasilis
Pacientes e profissionais de saúde já aprovaram esse belo espetáculo nos hospitais do Rio de Janeiro
, promovido pelo projeto Plateias Hospitalares. Neste mês, a peça é apresentada no Teatro Leopoldo Fróes, em São Paulo, nos dias 17, 18 e 19 de julho, com entrada gratuita. E Doutores recomenda!

Hominus Brasilis
17 e 18 às 20h e 19 de julho às 19h
Teatro Leopoldo Fróes – Rua Antonio Bandeira, 114 Santo Amaro – São Paulo
(11) 5541-7057 | ingressos distribuídos uma hora antes da sessão

Hominus_SP