Tempo de leitura: 2 minuto(s)

Pense numa criança com a resposta na ponta da língua. Pensou? Agora multiplique por oitenta e sete.

A danada nunca deixava passar uma e toda a sua implicância se voltava para o Dr. Marmelo. A menina se dizia minha amiga e sempre queria me ver derrotando Marmelo. Acontece que, um dia desses, ela achou de cismar comigo e de ficar do lado dele – não entendi nada!

Barão de Lucena - Lana Pinho-132

Cumprimentamos a menina assim que entramos em sua enfermaria. Eu fui perguntar  alguma coisa a ela, que me respondeu sonoramente:

- Vai ajeitar esse cabelo de vassoura!

Eu não pude acreditar. Marmelo caiu na risada junto com toda a enfermaria. E eu fiquei pas-sa-da! Ela silenciou, mas ficou segurando o riso com a mão na boca. Fui tirar satisfações com a mãe dela, e daí ela não se segurou:

- Não fale assim com a minha mãe que ela tá grávida! Minha irmãzinha tá dentro da barriga dela…

Mais uma vez, eu fiquei passada e fui pra mãe dela:

- Tem uma criança aí dentro? E o que ela fez com a senhora pra senhora engolir a pobrezinha? – e olhei pra menina – Isso é coisa que se faça?
- Foi Deus que colocou ela aí dentro!
– ela respondeu, toda segura. 

Restauração - Lana Pinho-49

O quarto todo se enterneceu: sua mãe, as outras mães, Marmelo… Mas eu fiquei com aquilo na cabeça:

- Pois cadê Deus? Quero falar com ele! Onde ele tá? – procurei pelo quarto.
- Ele tá no céu, né?

Fui até a janela, olhei para o céu e:
- Não tô vendo!
- Ele tá na nuvem.
- Mas a nuvem é fofa, não aguentaria ele…
 

A discussão foi longa. A menina parou, ficou observando, balançou a cabeça. Em sua testa dava pra ler: “Mas é mesmo uma besta!”. Marmelo ficou o tempo todo do lado da menina, ajudando em algumas respostas e comemorando a cada uma que ela me dava.

Semana passada, soubemos de sua partida. Assim… Rápida… E eu queria que ela soubesse que, na realidade, eu acreditava nela, que eu não duvidava das informações dela e que eu só fiquei de implicância porque ela arrumou briga comigo. Foi de criança pra criança.

- Viu, menina?! A gente tava tudo brincando, né? Até porque eu sei bem onde você tá agora e com quem!

Barão de Lucena - Lana Pinho-114

Tô mandando meu beijo de jatinho pra que ele chegue bem rápido aí no céu. Ah! Dá esse beijo no nosso amigo aí de cima, tá bom?

Juliana de Almeida, conhecida como Dra. Baju,
escreve do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, em Recife.