Tempo de leitura: 2 minuto(s)

Ao redor do planeta, há muitas iniciativas diferentes de palhaços que atuam em hospitais. Elas nascem de uma ideia genuína ou inspiradas em projetos que prosperaram e se adaptam à cultura local e, como é de se esperar, ao sistema de saúde. 

Uma destas iniciativas se chama The Dream Doctors Project, e nasceu em Israel há quinze anos. Por lá, mais de 110 palhaços se revezam em 29 hospitais e centros médicos com uma incumbência: atuar junto aos profissionais de saúde durante os procedimentos médicos.

Clown+Doctors+In+Jerusalem+VJLwSPw6lhYx

Os palhaços se envolvem em mais de 40 procedimentos, acompanhando crianças em exames como tomografia, ressonância magnética, quimioterapia, radioterapia, fisioterapia e reabilitação; além de procedimentos dolorosos e complexos, como injeções nas articulações, terapias de queimaduras e acompanhamento de cirurgias.

A presença dos Dream Doctors, como são chamados, reduz o estresse e aumenta o bem-estar da criança, facilitando o diagnóstico pela equipe médica. A organização investe em pesquisas científicas para avaliar o impacto das suas ações nos hospitais. Eles já provaram, por exemplo, que o trabalho diminui a dor e alivia a depressão – e pode até tornar desnecessária a utilização de sedação em alguns casos.

Penny-Hanuka

Em 2011, a organização promoveu uma conferência para falar sobre suas pesquisas.Dream Doctors Project First International Conference on Medicine and Medical Clowning atraiu 250 participantes de 22 países a Israel. Em 2013, membros da equipe estiveram no Brasil junto a outras iniciativas, a convite de Doutores da Alegria, para discutir o futuro deste trabalho.

Na ocasião também esteve Michael Christensen, ator americano pioneiro em levar o palhaço a atuar sistematicamente em hospitais. “Os palhaços do Dream Doctor são totalmente e completamente inspiradores. Eles têm a integração mais profunda com a palhaçaria dentro do sistema médico de qualquer programa que eu já visitei – e essa integração tem incentivado a todos nós, como artistas, a se esforçar para esse mesmo tipo de unidade, respeito e comunicação”, afirma ele.

E se Wellington Nogueira, fundador do Doutores da Alegria, já dizia que a Besteirologia é profissão de futuro, o Dream Doctors Project trabalha ativamente para obter um reconhecimento oficial da profissão do palhaço que atua em hospitais, com padrões estabelecidos e reconhecidos pelo Ministério da Saúde de Israel.

17796872_1598885190129563_6221782351098279051_n

Mais recentemente, a organização criou um programa de intervenção em locais com emergências e desastres naturais, prevenindo o desenvolvimento de pós-trauma.

Esta iniciativa de Israel desenvolveu um modelo de atuação único. E embora tenham o palhaço como figura central, as iniciativas ao redor do planeta se diferem em seus objetivos e ações, mas convergem em uma certeza: a de que a arte inserida no universo da saúde veio para ficar.