Notícias
 

Dezesseis companhias são selecionadas para Plateias Hospitalares no Rio

23xxx

Hospitais do estado do Rio de Janeiro já tem programação cultural garantida para 2018.

Dezesseis companhias artísticas foram selecionadas para adaptar e apresentar seus projetos em sete equipamentos de saúde parceiros do Doutores da Alegria.

O processo seletivo envolveu 43 companhias participantes com projetos em Artes Cênicas, Música e Dança. Dentre os critérios de seleção estavam a excelência artística do projeto, a criatividade, a originalidade, a qualificação dos artistas e técnicos e a adaptação da montagem a diferentes espaços de encenação.

Veja abaixo as companhias selecionadas:

Agente3 com o espetáculo ‘O Menino Mais Rico Do Mundo’
As Comediantes com o espetáculo ‘Onde Moram os Sonhos’
Bagunço com o espetáculo ‘Bagunço no Hospital’
Cia do Solo com o espetáculo ‘Contos Orientais’
Cia Sapato Velho com o espetáculo ‘A Palhaça que Fugiu do Circo’
Cia Teatral Porão com o espetáculo ‘Os Mentirosos’
Cia Vento em Prosa com o espetáculo ‘Prosas e Violas’
Circo Dux com o espetáculo ‘Mix Dux’
Costurando Histórias com o espetáculo ‘Poemas, Cantigas e Parlendas no Tapete"
Ilana Pogrebinschi Contadora de Histórias com o espetáculo ‘O Lago Dourado e outras Histórias Encantatórias’

Núcleo Artístico Gema com o espetáculo ‘Gramellôs – O Show’
Orquestra Voadora com o espetáculo ‘Orquestra Voadora em: O Magnífico Voo do Homem-Pássaro’
Os Ciclomáticos Cia de Teatro com o espetáculo ‘A Farra do Boi Bumbá’
Os Sanzussô – Povo de Teatro com o espetáculo ‘A História das Histórias’
Os Tapetes Contadores de Histórias com o espetáculo ‘Presente de Aniversário"
Palhaço Piter Crash com o espetáculo ‘O Circo a Céu Aberto – Retalhos de Alegria’

A produção do Doutores entrará em contato com as companhias selecionadas.

O projeto Plateias Hospitalares traz a ampliação do acesso à cultura e o conceito do hospital como um palco possível, inclusive para formas artísticas além do palhaço.

Criado em 2009, tem como proposta promover apresentações de diferentes linguagens artísticas para uma plateia coletiva nos hospitais, envolvendo os artistas cariocas sob curadoria e orientação do Doutores da Alegria.

<Voltar