Notícias
 

Hospitais públicos do Rio recebem nova programação cultural


34962493712_6652f3e072_zOs hospitais públicos atendidos pelo projeto Plateias Hospitalares no Rio de Janeiro recebem novas apresentações nos meses de outubro e novembro.

As companhias e artistas selecionados via edital se apresentam em sete hospitais para um público prioritariamente adulto. Todos receberam formação da Escola dos Doutores da Alegria para que pudessem adaptar suas obras ao espaço hospitalar.

O projeto nasceu com o objetivo de ampliar o acesso à cultura e criar novos espaços de interação entre a arte e a saúde. Veja a programação:

OUTUBRO

4 de outubro às 14h

Hospital Estadual Eduardo Rabello (geriatria) – Campo Grande
Conexão do Bem com o espetáculo “Game Show”
Espetáculo interativo inspirado na estrutura de um programa de auditório, no qual a plateia é convidada a participar ativamente da cena. Cada apresentação se propõe como um espetáculo completamente diferente, onde o desenrolar das cenas e seus desfechos dependem da participação do público.
Direção e texto: criação coletiva Conexão do Bem
Elenco: André Dale, Felipe Haiut, Laura Araujo, Marianna Pastori, Nina Reis, Pedro Nêgo

5 de outubro às 14h

Hospital Estadual Azevedo Lima (emergência) – Niterói
Conexão do Bem com o cortejo musical “Conexão do Bem”
Em um cortejo musical, com pandeiro, chocalho, escaleta, voz e violão, é apresentado através de números musicais e teatrais, composições e paródias autorais. Versões de sucessos de artistas populares como Tim Maia, Sidney Magal e Roberto Carlos compõem o eclético repertório.
Idealização: Felipe Haiut
Elenco: André Dale, Felipe Haiut, Laura Araújo, Marianna Pastori, Mariana Barcellos, Nina Reis e Pedro Nêgo

9 de outubro às 14h

Hospital Municipal da Piedade (geral) – Piedade
Núcleo Artístico Gema com o espetáculo “Kê Gracinha”
Espetáculo de palhaço para todos os públicos. Um palhaço chega ao hospital com sua mala repleta de bugigangas e múltiplas habilidades. As crianças são os jurados e o Palhaço Gracinha apresenta números de malabarismo, mágica, musical e até acrobacias. Ele tem que convencer as crianças de que está apto a entrar no grande mundo do circo, e junto dessa história todos se divertem.
Criação e atuação: Renato Garcia
Sonoplastia: Arthur Souza

10 de outubro às 14h

Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (emergência) – Duque de Caxias
Núcleo Artístico Gema com o espetáculo “Kê Gracinha”
Espetáculo de palhaço para todos os públicos. Um palhaço chega ao hospital com sua mala repleta de bugigangas e múltiplas habilidades. As crianças são os jurados e o Palhaço Gracinha apresenta números de malabarismo, mágica, musical e até acrobacias. Ele tem que convencer as crianças de que está apto a entrar no grande mundo do circo, e junto dessa história todos se divertem.
Criação e atuação: Renato Garcia
Sonoplastia: Arthur Souza

11 de outubro às 14h

Hospital Estadual Alberto Torres (emergência) – São Gonçalo
Conexão do Bem com o cortejo musical “Conexão do Bem”
Em um cortejo musical, com pandeiro, chocalho, escaleta, voz e violão, é apresentado através de números musicais e teatrais, composições e paródias autorais. Versões de sucessos de artistas populares como Tim Maia, Sidney Magal e Roberto Carlos compõem o eclético repertório.
Idealização: Felipe Haiut
Elenco: André Dale, Felipe Haiut, Laura Araújo, Marianna Pastori, Mariana Barcellos, Nina Reis e Pedro Nêgo

17 de outubro às 14h

Hospital da Mulher Heloneida Studart – São João de Meriti
Ilana Pogrebinschi com o espetáculo “Azul com Asas de Borboleta”
Ilana Pogrebinschi narra contos em que as protagonistas são personagens femininas. Um é brasileiro, outro dos índios Comanche e a última da tradição judaica. A contadora utiliza bonecos de pano e objetos que vão sendo revelados durante a narrativa. Os contos serão entremeados por canções e efeitos sonoros realizados com instrumentos como o violino, o cuatro venezuelano e objetos sonoros por Kathiuska Alvarez e também com participações da narradora ao violão e flauta transversa.
Direção e texto: Ilana Pogrebinschi
Elenco: Ilana Pogrebinschi e Kathiuska Alvarez

NOVEMBRO

7 de novembro às 14h

Hospital Estadual Azevedo Lima (emergência) – Niterói
Companhia de Teatro Íntimo com a intervenção cênica “Poesia ao Pé do Ouvido”
Atores, música e poesia. Nossos grandes poetas (Drummond, Manoel de Barros, Vinícius de Moraes, Manuel Bandeira, Mário Quintana, Adélia, João Cabral, Cecília Meireles) são levados ao pé do ouvido da plateia. O teatro se faz ainda mais íntimo. Músicas conhecidas pontuam a apresentação, aumentando a identificação entre atores e público. Cada dia, um roteiro. Cada apresentação, uma descoberta. O teatro se faz no momento presente. E a poesia contagia a todos.
Direção: criação coletiva Companhia de Teatro Íntimo
Direção Musical: Fernando Escrich
Elenco: Ana Paula Lima, Bellatrix, Caetano O"Maihlan, Fernanda Boechat, Rafael Sieg, Gabriela Haviaras, Marcio Mariante
Produção: Caetano O"Maihlan

8 de novembro às 14h

Hospital Estadual Eduardo Rabello (geriatria) – Campo Grande
Companhia de Teatro Íntimo com a intervenção cênica “Poesia ao Pé do Ouvido”
Atores, música e poesia. Nossos grandes poetas (Drummond, Manoel de Barros, Vinícius de Moraes, Manuel Bandeira, Mário Quintana, Adélia, João Cabral, Cecília Meireles) são levados ao pé do ouvido da plateia. O teatro se faz ainda mais íntimo. Músicas conhecidas pontuam a apresentação, aumentando a identificação entre atores e público. Cada dia, um roteiro. Cada apresentação, uma descoberta. O teatro se faz no momento presente. E a poesia contagia a todos.
Direção: criação coletiva Companhia de Teatro Íntimo
Direção Musical: Fernando Escrich
Elenco: Ana Paula Lima, Bellatrix, Caetano O"Maihlan, Fernanda Boechat, Rafael Sieg, Gabriela Haviaras, Marcio Mariante
Produção: Caetano O"Maihlan

10 de novembro às 14h

Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (emergência) – Duque de Caxias
Ilana Pogrebinschi com o espetáculo “Segredos das Estrelas”
Ilana Pogrebinschi e Kathiuska Alvarez percorrem os leitos do hospital num cortejo de histórias e canções. A contadora e a musicista são habitantes de outro planeta viajando em missão: revelar os segredos das estrelas através de histórias e cantos de vários lugares da galáxia que estão guardados numa caixa sagrada. Dentro da caixa se encontram vários origamis (de pássaro, estrela, coroa, vela e flor). Dependendo da dobradura escolhida, um conto e uma canção serão compartilhados.
Direção e texto: Ilana Pogrebinschi
Elenco: Ilana Pogrebinschi e Kathiuska Alvarez

21 de novembro às 14h

Hospital Municipal da Piedade (geral) – Piedade
Companhia Meraki com o espetáculo “Tirando a Limpo – a História de um Circo”
Uma dupla inseparável de faxineiras é contratada para limpar um circo que fechou, pois sua maior estrela, O Palhaço, fugiu! Neuza e Nilceia, nossas personagens e autoras, partindo da notícia da fuga do Palhaço e dos objetos deixados para trás, vão construindo uma trajetória imaginária para o artista em países fictícios. O Dono do Circo, o Mágico, A Mulher Barbada, O Homem Mais Forte do Mundo e A Bailarina se transformam em figuras que se relacionam com o cotidiano das duas trabalhadoras em uma história divertida e que é, acima de tudo, o retrato de uma amizade.
Direção: Breno Sanches
Dramaturgia: Breno Sanches com colaboração de Ana Luiza França e Aline Oliveira
Elenco: Ana Luiza França e Aline Oliveira

22 de novembro às 14h

Hospital Estadual Alberto Torres (emergência) – São Gonçalo
Os Tapetes Contadores de Histórias com o espetáculo “Mãos que Contam
Em belos livros de pano confeccionados artesanalmente são narradas histórias da tradição oral peruana que nos remetem à origem das coisas. Em “Mama Rayhuana” conheceremos como surgem os alimentos, saberemos também das espertezas dos bichos para conseguir sobreviver na “Raposa e o preá” e no “Mono Machin”; conheceremos histórias da época em que os deuses andavam na terra no “O mistério das ilhas Pachacamac”, bem como a versão andina de “João e Maria” na “Atchique”.
Direção: Cadu Cinelli
Texto: Contos da tradição oral Andina e Os Tapetes Contadores de Histórias
Elenco: Edison Mego, CaduCinelli, Rosana Reátegui e Warley Goulart

23 de novembro às 14h

Hospital da Mulher Heloneida Studart – São João de Meriti
Pandorga Companhia de Teatro com o espetáculo “Juvenal, Pita e o Velocípede”
Um teatro foi o lugar escolhido por Pita para reencontrar o amigo de infância que ela não vê há 30 anos. Juvenal hoje tem cerca de 40 anos. Enquanto espera a amiga chegar ao teatro, ele relembra diversas histórias dos tempos de criança: como ele recebeu o nome de Juvenal, o dia em que ganhou o velocípede do tio, a paixão pelo personagem japonês Ultraman, como ele conheceu a Pita, entre outras.
Direção: Cadu Cinelli
Texto: Cleiton Echeveste
Elenco: Eduardo Almeida

<Voltar