Plateias
Hospitalares

O hospital como palco de arte e cultura

O projeto Plateias Hospitalares encara o hospital como um espaço de vida e, portanto, de arte. Doutores da Alegria trabalha na elaboração de uma programação cultural especial, com atividades voltadas a pacientes adultos e idosos, crianças e comunidades do entorno de hospitais públicos do Rio de Janeiro.

51

O projeto nasceu com o objetivo de ampliar o acesso à cultura e criar novos espaços de interação entre a arte e a saúde. Além de fazer a curadoria, Doutores da Alegria oferece formação a grupos artísticos locais, orientando e adaptando suas apresentações para o ambiente hospitalar.

Uma vez por ano é lançado um edital para seleção de espetáculos, destinado a companhias situadas no Estado do Rio de Janeiro. Entre as linguagens artísticas oferecidas estão o teatro, a música, o circo, a dança, a poesia, entre outras. O objetivo é trabalhar para que, cada vez mais, o hospital seja um espaço não somente de cuidado, mas de promoção da saúde, em que a arte é coadjuvante. 

Ao realizar apresentações mensais de variadas linguagens artísticas em hospitais públicos, Doutores da Alegria convida a sociedade a refletir quanto ao papel da arte em ambientes caracterizados pela fragilidade das relações, quebrando modelos cristalizados tanto na área de cultura como na área da saúde.

Implantado em 2009, o projeto está presente em seis hospitais públicos e tem parceria com a Secretaria de Estado da Saúde do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Saúde. Até o momento, já foram mais de 450 apresentações, envolvendo mais de 300 artistas, para 90 mil pessoas.

Hospitais que recebem o Plateias Hospitalares

Hospital Estadual Adão Pereira Nunes – Saracuruna/ Duque de Caxias
Hospital Estadual Alberto Torres – São Gonçalo
Hospital Estadual Azevedo Lima – Niterói
Hospital Estadual Eduardo Rabello – Campo Grande/ Rio de Janeiro
Hospital Municipal da Piedade – Piedade
Hospital Estadual da Mulher Heloneida Studart – São João de Meriti/ Rio de Janeiro 

Grupos que já se apresentaram em hospitais 

2010
Companhia Troupp Pás D´Argent com o espetáculo “Cidade das Donzelas”
Companhia Circo da Silva com o espetáculo “Humanimal”
Iza Lanza com o espetáculo solo “O Barão nas Árvores”
Ilana Progrebinschi com o espetáculo “A Árvore que Contava Sonhos”
Orquestra Voadora
Enfermaria do Riso com o espetáculo “PalhaS.O.S”
Rebeca de Queiroz com o espetáculo “Histórias Pintadas” 
Grupo Intrusos com o espetáculo “Os Intrusos”

2011
Iza Lanza com o espetáculo solo “O Barão nas Árvores”
Rebeca de Queiroz com o espetáculo ‘Histórias Pintadas’
Grupo Intrusos com o espetáculo “Os Intrusos”
Orquestra Voadora

2012
Bando de Palhaços
Espetáculo ‘Contos, Cantos e Acalantos” de José Mauro Brant
Espetáculo ‘Cabe na Mala?’ d’Os Tapetes Contadores de Histórias
Espetáculo ‘Anjo Malaquias’ Cia Da Persona
Espetáculo ‘Conversas Inversas Histórias Diversas’ Grupo Milongas
Espetáculo ‘João sem Medo’ Cia Sacatatruca – Narradores e Bonecos
Intervenção Cênica ‘Poesia ao Pé do Ouvido’ Companhia de Teatro Íntimo
Espetáculo ‘Circo de Retalhos’ da cia Pequeno Teatro de Retalhos

2013 e 2014
“As bandejas contadoras de histórias e a cultura brasileira”, contação de histórias baseadas no folclore brasileiro e africano
“Bicho do Mato”, espetáculo de contação de histórias do grupo Os Tapetes Contadores de Histórias
 “Cabaré da Lola”, espetáculo teatral de Ana Carolina Sauwen
“Histórias de Reinos Distantes”, espetáculo de contação de histórias de Ilana Pogrebinschi “Hominus”, espetáculo teatral do Grupo de Teatro Creche na Coxia
 “Milongueiros Brincantes”, espetáculo teatral do Grupo Milongas
“Nas Ondas da Sua Emoção”, intervenção cênica de Flavia Marco e Olivier Terreault
“Nivaldo Rosa – Hoje eu amo mais que ontem”, show musical de Filipe Codeço
 “Sinfônica Ambulante”, show musical de orquestra de sopro e percussão
“Quixotesca e Pançuda”, espetáculo teatral inspirado na obra Dom Quixote
“Sinfônica Ambulante”, show musical de orquestra de sopro e percussão

2015
“A Bobeira que dá quando a gente gosta”, Eduardo Ramos
 “A montanha das 3 perguntas e outras histórias misteriosas”, espetáculo de contação de histórias de Ilana Pogrebinschi
“Baile Frito”, espetáculo de música instrumental regional do grupo Tuia de Doido
 “Conexão do Bem”, cortejo musical do grupo Conexão do Bem
“Êre Piá Curumim, Poesia para crianças de todas as idades” espetáculo teatral da Cia de Teatro Íntimo
“Espetáculo só”, espetáculo circense de Renê Carvalho
 “Indefinidamente Indivisível”, espetáculo de dança da Pulsar Cia de Dança
“Lendas da América Latina”, espetáculo teatral do Massa Grupo de Teatro
“No Pocket – Um espetáculo para todos os bolsos”, espetáculo circense do Coletivo Nopok
“O circo ao céu aberto”, espetáculo circense de Fabiano Freitas José
“O homem que tinha memória”, espetáculo teatral do Grupo Os Tapetes Contadores de Histórias
“O Ultimo Arco-íris”, espetáculo de contação de histórias da Cia Pé do Ouvido
“Palavras Andantes”, espetáculo de contação de histórias do grupo Os Tapetes Contadores de Histórias
“{Riante!}”, espetáculo circense da companhia Circo da Silva
“Trio Capitu”, espetáculo de música de câmara do Trio Capitu
 “Cia de Teatro Íntimo” com a Intervenção musical-poética ‘Poesia ao Pé do Ouvido’

2016 e 2017
‘A Festa no céu’ do Grupo Cultural Cochicho na Coxia
‘A peleja do violeiro Magrillim com a formosa princesa Jezebel’ da Cia Costurando Histórias ‘Antes que o galo cante’ do grupo Os Ciclomáticos
‘Azul como asa de borboleta’ de Ilana Pogrebinschi Szpilman
‘Balada do amor através das idades’ da Cia de Teatro Íntimo
‘Cia de Teatro Íntimo’ com a Intervenção musical-poética ‘Poesia ao Pé do Ouvido’
‘Conexão do Bem’ com o cortejo musical ‘Conexão do Bem’
‘Game show’ do grupo Conexão do Bem
‘Juvenal, Pita e o velocípede’ da Pita Produções
 ‘Kê Gracinha’ do grupo Na Gema
 ‘Mãos que contam’ do Caleidoscópio Associação Cultural
 ‘Minha alma é nada depois dessa história’ do grupo Os Ciclomáticos
 ‘Minha mãe, a elefanta’ da Cia Pé do Ouvido
 ‘Os Bambas’ da Cia Teatro Milongas
‘Reencontro’de Laila Nassan
‘Rodando’ do Espuma Bruma
‘Segredos das Estrelas’ de Ilana Pogrebinschi Szpilman
‘Tirando a limpo – A história de um circo’ da Abelha Mestra Produções
‘Uma História de Páscoa’ da Cia Pé do Ouvido
‘Universo redondo – Os circos de Benjamim’ de Gabriel Sant Anna Moreira

2018
Agente3 com o espetáculo ‘O Menino Mais Rico Do Mundo’
As Comediantes com o espetáculo ‘Onde Moram os Sonhos’
Bagunço com o espetáculo ‘Bagunço no Hospital’
Cia do Solo com o espetáculo ‘Contos Orientais’
Cia Sapato Velho com o espetáculo ‘A Palhaça que Fugiu do Circo’
Cia Teatral Porão com o espetáculo ‘Os Mentirosos’
Cia Vento em Prosa com o espetáculo ‘Prosas e Violas’
Circo Dux com o espetáculo ‘Mix Dux’
Costurando Histórias com o espetáculo ‘Poemas, Cantigas e Parlendas no Tapete’
Ilana Pogrebinschi Contadora de Histórias com o espetáculo ‘O Lago Dourado e outras Histórias Encantatórias’
Núcleo Artístico Gema com o espetáculo ‘Gramellôs – O Show’
Orquestra Voadora com o espetáculo ‘Orquestra Voadora em: O Magnífico Voo do Homem-Pássaro’
Os Ciclomáticos Cia de Teatro com o espetáculo ‘A Farra do Boi Bumbá’
Os Sanzussô – Povo de Teatro com o espetáculo ‘A História das Histórias’
Os Tapetes Contadores de Histórias com o espetáculo ‘Presente de Aniversário’
Palhaço Piter Crash com o espetáculo ‘O Circo a Céu Aberto – Retalhos de Alegria’

+Clique aqui para ver fotos do projeto

banner_lateral_grande_plateias hospitalares
banner_lateral_pequeno_plateias hospitalares